José Dídimo do Espírito Santo Costa era diretor executivo do Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT) - Reprodução
José Dídimo do Espírito Santo Costa era diretor executivo do Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT)Reprodução
Por Beatriz Perez
Publicado 04/10/2020 22:05 | Atualizado 05/10/2020 17:03
Rio - O diretor executivo do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat) foi morto a tiros, na noite deste domingo, em uma tentativa de assalto na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104), na altura do Caramujo, em Niterói, Região Metropolitana do Rio. José Dídimo do Espírito Santo Costa, de 59 anos, era policial federal reformado. Ele foi sepultado na noite de domingo.
PMs do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) foram acionados para o local do crime por populares, pouco antes das 20h. Quando a equipe chesgou, constatou dois veículos engavetados e um homem baleado no chão. Um crachá com foto e nome foi encontrado, indicando que a vítima seria, além de policial federal reformado, diretor do Heat.
Publicidade
Um dos envolvidos no acidente de carro relatou que um Voyage cinza havia fechado o carro a sua frente de onde desembarcaram quatro homens armados. O motorista do carro à frente desembarcou com arma em punho e foi baleado, segundo a testemunha. Quando os criminosos se dirigiam ao carro da vítima, sirenes foram escutadas e os bandidos voltaram ao Voyage e fugiram.
O policial chegou a ser socorrido ao Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), em Niterói, mas já deu entrada sem vida na unidade.
Publicidade
A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) informa que foi acionada para a ocorrência.
"Será realizada perícia no local para determinar as circunstâncias do fato. A ocorrência está em andamento", disse em nota a Polícia Civil.
Publicidade
O Instituto de Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde (Ideas), organização social que administra o Alberto Torres, disse lamentar profundamente a morte do diretor executivo.
"O Ideas deseja muita luz e força aos familiares e amigos de José Dídimo do Espírito Santo Costa, bem como acompanhará a família para fornecer o apoio no que for possível para superar este momento", a OS afirmou.