Um dos presos na operação contra a milícia - Reprodução/Arquivo Pessoal
Um dos presos na operação contra a milíciaReprodução/Arquivo Pessoal
Por O Dia
Rio - Em operação que contou com o auxílio de agentes da Superintendência de Inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas (Draco) prendeu, nesta quinta-feira (3), três pessoas suspeitas de serem integrantes de uma milícia da Baixada Fluminense. De acordo com a Polícia Civil, outras três ainda estão foragidas.
Além de um ex-policial militar, um dos homens detidos pelos autoridades já se encontrava no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste, e dava ordens aos seus companheiros de dentro da cadeia. Já o terceiro preso funcionava como uma espécie de "olheiro" na Avenida Brasil, monitorando carros de polícia e relatando aos comparsas a chegada de agentes.