Prefeitura prorroga a suspensão das aulas na rede até o dia 19 de junho

Decreto publicado no Diário Oficial informa que medida pode ser revogada a qualquer momento. Unidades fazem atividades online

Por O Dia

Vans de transporte escolar paradas na sede da Secretaria de Educação
Vans de transporte escolar paradas na sede da Secretaria de Educação -

O prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, instituiu decreto que estende a suspensão das aulas na rede municipal de ensino até o dia 19 de junho. A determinação foi publicada no Diário Oficial do município, na última sexta-feira. Segundo o prefeito, a medida tem o objetivo de prevenir o contágio na cidade, eliminando as chances de propagação da covid-19 nas unidades escolares. Segundo o decreto, a medida, que atende à necessidade de proteção da saúde de alunos, professores e demais servidores, pode ser revista a qualquer momento. 

Enquanto as aulas estão suspensas, as escolas de São Gonçalo estão buscando alternativas para manter o contato com pais e alunos por meio da internet. As ações estão acontecendo pelas redes sociais das unidades de ensino, principalmente via Facebook. Para a subsecretária de Educação Infantil e Inclusão, Tatiana Félix, as atividades são importantes para manter o vínculo das crianças com a escola.

"A pandemia nos impõe este isolamento social, e precisamos fazer todo o possível para atender às necessidades dos alunos. O esforço é grande, as dificuldades são muitas, mas contamos com profissionais dedicados e comprometidos na rede", diz Tatiana.

No Centro de Inclusão Municipal Helen Keller (CIM), por exemplo, as atividades online incluem oficinas pedagógicas e de letramento, com utilização de objetos encontrados na própria casa do aluno, criação de brinquedos, como a pescaria, e jogos como 'pegar, passar e virar o copo', que desenvolvem a coordenação motora e podem ser realizados por diversas pessoas, entre outras atividades. 

"É importante que as famílias participem das atividades propostas. Nossa página do Facebook contém diversas sugestões desde abril. Além disso, também usamos o WhatsApp como canal de interação", detalha o diretor do CIM, José Augusto.

Atendimento a autistas

Outra unidade que tem produzido conteúdo para a internet é o Centro Municipal de Referência em Autismo, cujos profissionais têm postado uma série de vídeos na página oficial da escola, no Facebook. Em um deles, dedicado à educação nutricional, a especialista Letícia Marinho apresenta, por meio da 'Melô da Vitamina', os benefícios de cada vitamina para o organismo e em que alimentos encontrá-las. 

As atividades contemplam, ainda, oficinas e palestras sobre higiene bucal, contação de histórias e o desenvolvimento da coordenação motora. "O mais importante é que, mesmo à distância, o vínculo com o profissional que atende o autista e a afetividade não se percam. Vale ressaltar que essas atividades podem ajudar todos os munícipes atendidos ou não no Centro de Referência Municipal em Autismo. Nossa intenção é ajudar a todos que precisam", diz Verônica de Sá, diretora da instituição.

Galeria de Fotos

Vans de transporte escolar paradas na sede da Secretaria de Educação fotos divulgação
Atividades pela internet incluem oficinas de letramento e jogos educacionais Divulgação

Comentários