Dejorge Patrício, ex-deputado e ex-vereador, hoje prefeitável pelo partido Republicanos, observado pelo vice da chapa, Marquinho Solidariedade, à esquerda - Divulgação
Dejorge Patrício, ex-deputado e ex-vereador, hoje prefeitável pelo partido Republicanos, observado pelo vice da chapa, Marquinho Solidariedade, à esquerdaDivulgação
Por Irma Lasmar
Publicado 03/11/2020 21:54 | Atualizado 04/11/2020 00:45
SÃO GONÇALO - Dejorge Patrício (partido Republicanos), 46 anos, é um forte candidato à Prefeitura gonçalense. isso porque foi o vereador mais votado na história da cidade e na eleição passada ficou em segundo lugar. Em caminhadas pelos bairros de norte a sul, interage efusivamente com a população, mostrando-se extrovertido e acessível. Além de visitar comércios, feiras livres e áreas residenciais para expor aos cidadãos as suas propostas de governo caso seja eleito, o prefeitável da coligação Por Amor a São Gonçalo já fez campanha até no Terminal Rodoviário João Goulart, em Niterói, ponto estratégico de contato com os eleitores gonçalenses que trabalham na cidade vizinha e passam mais tempo fora do que dentro de São Gonçalo. Acompanhado de militantes dos partidos coligados, o candidato apresentou aos moradores de São Gonçalo que desciam nas plataformas suas principais propostas de campanha para governar a cidade.
"Em todos os lugares que visitamos, as reclamações são as mesmas. Parece que o serviço não funciona. Vamos assumir a Prefeitura e colocar as coisas para funcionar. A população não pode mais ficar mendigando atendimento. Isso é obrigação do poder público. Trabalharemos para dar mais qualidade de vida ao gonçalense. Chega de enchentes, falta de coleta de lixo, demora para marcar uma consulta médica e depender de alguém para trocar uma lâmpada na rua", garante.
Publicidade
Nascido e criado no bairro do Boaçu, Dejorge ingressou na política em 2004, quando se candidatou pela primeira vez a vereador pelo Partido Liberal (PL). Apesar de ter sido o candidato mais votado do partido, não foi eleito porque a legenda não atingiu o quociente. Voltou a se candidatar em 2012 e, com 6.391 votos, tornou-se o vereador mais votado de São Gonçalo. Em 2014, candidatou-se pela primeira vez a deputado federal, sendo eleito segundo suplente, pelo Partido Republicano (PR). Em 2016, deixou o PR e ingressou no Partido Republicano Brasileiro (PRB) para disputar a eleição para prefeito de São Gonçalo, em que chegou ao segundo turno mas perdeu para José Luiz Nanci. Em 2018, candidatou-se a deputado federal novamente e ficou mais uma vez com a suplência do cargo. Após deixar a Câmara de Vereadores, tomou posse como deputado federal pelo Rio de Janeiro em 2017 no lugar de Clarissa Garotinho, que assumiu a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação do Rio de Janeiro. Ele permaneceu no cargo até abril de 2018, quando Clarissa retornou à Câmara Federal. Entre fevereiro de 2019 e agosto de 2020, ocupou a função de assessor de Projetos Especiais da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae).
O vice da chapa é Marquinho Solidariedade, ex-Marquinho da Força, que incorporou como sobrenome o seu atual partido político. Gonçalense, 54 anos, casado, um casal de filhos já adultos, é presidente licenciado do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de São Gonçalo e estudou Publicidade e Marketing na Universidade Veiga de Almeida.
Publicidade
Conheça as principais propostas desta chapa à Prefeitura de São Gonçalo caso seja eleita:
Educação - Reformar e ampliar a rede municipal de ensino, construir novas escolas e creches, contratar mais profissionais por concurso público para acabar com déficit de profissionais de apoio e professores na rede, garantir merenda de qualidade e também especial para alunos com comorbidade, ampliar a frota escolar para diminuir a evasão e ampliar imediatamente o número de unidades com o Ensino para Jovens e Adultos (EJA);
Publicidade
Saúde - Recuperar a rede de Atenção Básica, garantir à população a marcação imediata de médicos e exames na rede municipal, captar recursos para construir urgentemente pelo menos mais três UPAs na cidade com foco para as regiões de Santa Isabel, Neves e Arsenal, ampliar o número de exames no Centro de Diagnóstico por Imagens, realizar com urgência mutirões para cirurgias gerais e de catarata, descentralizar a base do Samu, adquirir mais ambulâncias para o transporte de pacientes, criar campanhas voltadas à saúde da mulher, do idoso, da criança e da pessoa com deficiência e construir o Hospital do Amor, voltado para o tratamento oncológico;
Segurança - Captar recursos para ampliar o programa São Gonçalo Presente, buscar parcerias para ampliação do Centro de Monitoramento, aumentar o efetivo da guarda municipal e capacitar ainda mais a guarnição;
Publicidade
Meio Ambiente - Recuperar as áreas verdes da cidade, criar projetos e programas voltados para as escolas e comunidades, ampliar com ajuda de ONGs e associações de moradores o projeto Ecobarreiras de despoluição dos rios;
Trânsito - Implantar o sistema Onda Verde nos principais corredores viários da cidade, criar faixa seletiva para ônibus, construir ciclovias ligando os bairros mais populosos aos centros comerciais, cobrar das empresas de ônibus a regularidade nos horários e mais veículos nos horários de pico e contrastar empresa de engenharia de tráfego para mostrar soluções rápidas e necessárias para melhorar a mobilidade urbana;
Publicidade
Infraestrutura - Montar um programa de pavimentação com toda a infraestrutura, como redes de água e esgoto, levar água encanada e tratada em conjunto com a Cedae até as casas e os comércios de vários bairros, cobrar das empresas prestadoras de serviços como luz, gás e telefonia a conclusão de suas obras e intervenções e garantir acessibilidade às pessoas idosas e com deficiência;
Lazer - Colocar em funcionamento o Teatro Municipal, criar projetos para a formação de plateias, recuperar as áreas públicas, com destaque para as praças, academias da saúde e espaços de convivência, e unir projetos de cultura, lazer e entretenimento;
Publicidade
Serviços - Ampliar os serviços oferecidos pela Prefeitura, descentralizar alguns dos serviços municipais e reimplantar o Rio Poupa Tempo na cidade.
Veja o perfil dos demais prefeitáveis gonçalenses clicando AQUI.