Força-tarefa de Volta Redonda interdita depósito de bebidas no Santa Cruz
 - Divulgação/ Redes Sociais
Força-tarefa de Volta Redonda interdita depósito de bebidas no Santa Cruz Divulgação/ Redes Sociais
Por O Dia
Volta Redonda - A força-tarefa multissetorial de combate à covid-19, implantada em Volta Redonda, multou e interditou por dez dias, a partir desta quinta-feira, dia 24, um depósito de bebidas no bairro Santa Cruz. O mesmo estabelecimento comercial já havia sido fechado em ação de fiscalização para garantir o cumprimento dos decretos municipais de controle da circulação do vírus no último sábado, dia 21.
Os fiscais recolheram o alvará de funcionamento do local por promover aglomeração de pessoas, descumprindo o Decreto Municipal 16.146. O diretor do Departamento de Atividades Econômicas e Sociais da Secretaria Municipal de Fazenda, Wagner Jardim Chaves, informou ainda que o alvará de funcionamento do local não tem validade. O estabelecimento não possui inscrição imobiliária e não passou pelos órgãos municipais de fiscalização.
Publicidade
“Além disso, novas denúncias da população pela Central de Atendimento Único (CAU) deram conta de que o depósito de bebidas não interrompeu as atividades, mesmo após a interdição no fim de semana. Por isso, a força-tarefa retornou ao local e fez a interdição temporária por dez dias e aplicou multa prevista em lei”, informou Wagner.
O objetivo principal é monitorar a movimentação no local neste fim de semana e ver se a aglomeração foi coibida. O prazo também dará oportunidade para que o proprietário do estabelecimento regularize a documentação para funcionar.
Publicidade
A equipe da força-tarefa é composta pela Guarda Municipal; secretarias de Fazenda e de Segurança Pública; Vigilância Sanitária; além das polícias Militar e Civil e Ministério Público. As fiscalizações acontecem diariamente e intensificadas durante os finais de semana, durante o dia e à noite.
As denúncias são realizadas pela população através da Central de Atendimento Único (CAU), pelo telefone 156, e também pelo aplicativo FiscalizaVR. Além de atender as denúncias, a força-tarefa faz rondas nos principais centros comerciais da cidade e percorrem os pontos que tradicionalmente apresentam aglomeração.