Vacina da parceria da britânica Astrazeneca com a Universidade de Oxford já está na fase 3 de testes - Divulgação
Vacina da parceria da britânica Astrazeneca com a Universidade de Oxford já está na fase 3 de testesDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - A campanha de vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação entra na última semana e as unidades de saúde de Volta Redonda aderiram ao calendário nacional que encerra no próximo dia 30. O horário de funcionamento das unidades é das 8h às 17h e de acordo com a Secretaria de Saúde todas as unidades estão preparadas para receber o público alvo, exceto os polos de triagem e atendimento de casos suspeitos de covid-19, que são a UBS 249 e as UBSFs São João, Vila Mury e Volta Grande.

A subsecretária de Saúde, Milene Paula de Souza, ressaltou, porém que a imunização contra a poliomielite é ofertada para crianças de 1 ano a 4 anos, 11 meses e 29 dias nas unidades básicas do Conforto, Siderlândia, Jardim Paraíba, São Geraldo, Roma I, Água Limpa I, Vila Brasília, Dom Bosco e Santo Agostinho. “Para receber este público alvo específico, escolhemos nove unidades que atendem a todas as regiões do município”, afirmou.

Já a Campanha de Multivacinação para atualização da caderneta vacinal, voltada para crianças e adolescentes até 14 anos, 11 meses e 29 dias, será realizada em todas as Unidades Básicas de Saúde e de Saúde da Família. Estão disponíveis todas as vacinas do calendário básico de vacinação para esta faixa etária.

A tríplice viral, que combate sarampo, caxumba e rubéola, também será ofertada em todas as unidades de saúde para a faixa etária de 06 meses a 19 anos e de 50 a 59 anos de idade. Já dupla viral, que protege contra rubéola e sarampo, será disponibilizada durante toda a campanha, sendo indicada na faixa etária de 30 a 59 anos, 11 meses e 29 dias. Lembrando que as unidades de referência para Covid-19 não farão este atendimento.

A secretária de Saúde de Volta Redonda, Flávia Lipke, reafirmou a importância da vacinação na prevenção à saúde. “É importante que a caderneta de vacinação esteja sempre atualizada, principalmente a das crianças e dos adolescentes. Os pais devem acompanhar o calendário das vacinas”, falou, acrescentando que, mesmo durante a pandemia, é importante cuidar da prevenção a estas doenças imunopreviníveis.

Prevendo aumento na circulação de pessoas nas unidades, por conta da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação, os cuidados com a prevenção ao contágio pelo novo coronavírus foram redobrados. Os funcionários foram orientados a reforçar os protocolos de prevenção à covid-19 como o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), além de disponibilizar álcool 70% para higienização das mãos, exigir o uso de máscara e garantir o distanciamento social com a organização das filas.