Prefeitura de Volta Redonda tem contas bloqueadas  - Divulgação
Prefeitura de Volta Redonda tem contas bloqueadas Divulgação
Por O Dia
Publicado 06/11/2020 12:30 | Atualizado 06/11/2020 12:31
Volta Redonda - A Secretaria Municipal de Administração (SMA) de Volta Redonda informou que foi determinado o bloqueio de cerca de R$ 4,2 milhões do município nesta quinta-feira, dia 5. O motivo foi um processo judicial contra a prefeitura sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) do funcionalismo público, que começou a ser pago pela atual administração em 2017.

De acordo com o secretário de Administração, Carlos Baía, o município irá buscar um novo acordo judicial para continuação do pagamento do PCCS, o desbloqueio das contas e garantir, assim, o pagamento do funcionalismo, prestadores de serviços e fornecedores.

“Esse processo do PCCS têm mais de 20 anos e coube a essa administração a coragem e determinação para resolver e iniciar o pagamento. Em 2017, fizemos um acordo judicial e começamos a pagar R$ 136 para cada servidor que está no processo. Agora, estamos pagando R$ 186 por mês. Estamos fazendo o enquadramento e aumento de valor de acordo com o fluxo financeiro”, disse.

Baía explicou que o enquadramento total dos servidores dentro do PCCS está seguindo o fluxo financeiro do município. “Infelizmente tivemos a questão da pandemia da covid-19 que fez a receita municipal cair. Não estamos medindo esforços para realizar o pagamento dos servidores e de fornecedores, visando a manutenção dos serviços públicos. Mas, como fomos a administração que iniciou o pagamento do PCCS, temos credibilidade para buscar um novo acordo que seja bom para os funcionários e para a prefeitura”, finalizou.