Mobiliários urbanos ganham ares sustentáveis

Construções modernas, com materiais até reutilizados, são implantadas em espaços públicos para revitalização

Por

Vencedores do 4º Desafio de Design Odebrecht Braskem poderão ver na prática o resultado de suas ideias. As peças ganhadoras estão na área pública de convivência do Porto Maravilha, o Parque Urbano Passeio Ernesto Nazareth. Na foto, projeto dos alunos da PUC
Vencedores do 4º Desafio de Design Odebrecht Braskem poderão ver na prática o resultado de suas ideias. As peças ganhadoras estão na área pública de convivência do Porto Maravilha, o Parque Urbano Passeio Ernesto Nazareth. Na foto, projeto dos alunos da PUC -

Rio - A criatividade invadiu a cidade do Rio com mobiliários urbanos sustentáveis instalados em áreas públicas. Na Tijuca, os troncos e galhos de árvores retirados de operações de poda e remoção pela Comlurb viraram bancos, mesas, pergolados e até brinquedos. Na Zona Portuária, o plástico ganhou ares modernos e foi transformado em bancos e coberturas.

A iniciativa da Comlurb é um projeto piloto do programa Reinvente, ligado ao projeto de poda inteligente, onde cada operador da companhia, quando for realizar a poda, confere a especificação da madeira para saber se ela pode ser reaproveitada. O material é levado para o setor de obras onde é cortado, lixado e descascado para receber o acabamento final e ser transformado em equipamento urbano. A exposição com as estruturas confeccionadas pelos garis foi montada na sede da Comlurb, na Tijuca.

"É um grande desafio fazer mais por menos, como pediu o nosso presidente Rubens Teixeira (da Comlurb), e fazer com que os resíduos de poda voltassem para a cadeia produtiva. Além de mobiliário urbano, fazemos peças de artesanato como porta-copos e tábua para carne", explicou o diretor de serviços urbanos da companhia, Paulo Mangueira.

No Parque Urbano Passeio Ernesto Nazareth, ao lado do prédio Novocais do Porto, na Zona Portuária, a área foi revitalizada com toques estilizados. Os vencedores do 4º Desafio de Design Odebrecht Braskem universitários da PUC, Uerj, UFRJ e UFF foram os responsáveis pela criação das peças. Eles confeccionaram estruturas fixas de cobertura e bancos de plástico. A escolha dos produtos levou em consideração os critérios de modernidade, sustentabilidade, praticidade e sofisticação.

O projeto faz parte da revitalização da Zona Portuária, com a reconstrução de uma área de 5 milhões de m². Para consolidar o espaço, todo mês haverá evento aberto ao público no parque. E a próxima edição do Festival de Ativação Urbana está marcada para o dia 20 de janeiro. No evento, terá música, gastronomia, artesanato, dança, moda e estímulo ao empreendedorismo.

Além dos mobiliários, a criatividade sustentável na construção também está presente nas casas. A construtura Day House é um exemplo de empresa que investe nesse segmento. No Rio, um estúdio está sendo construído na Barra da Tijuca com estrutura de bloco de isopor e cola, no lugar da argamassa.

A empresa também presta consultoria. Para os imóveis do Minha Casa Minha Vida, o serviço é oferecido gratuitamente. Mais informações na página do Facebook: Construtora Day House.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Vencedores do 4º Desafio de Design Odebrecht Braskem poderão ver na prática o resultado de suas ideias. As peças ganhadoras estão na área pública de convivência do Porto Maravilha, o Parque Urbano Passeio Ernesto Nazareth. Na foto, projeto dos alunos da PUC Divulgação
A Comlurb lançou, nesta quinta-feira (21/12), o projeto-piloto do programa REINVENTE, que visa a transformar troncos e galhos de árvores retirados de operações de poda e remoção de árvores, em peças de mobiliário urbano para praças, parques, escolas e creches, como bancos, mesas, pergolados, caminhos de bolacha e brinquedos. Uma exposição permanente com peças produzidas por garis foi montada no jardim da sede da Companhia, na Tijuca, com a presença do presidente Rubens Teixeira e diretores Divulgação
A Comlurb transformou troncos e galhos de árvores em peças como bancos, mesas e pergolados, na Tijuca Divulgação
No Parque Urbano Passeio Ernesto Nazareth, na Zona Portuária, estudantes que ganharam o 4º Desafio de Design Odebrecht Braskem confeccionaram as estruturas Divulgação

Comentários