Chuvas deixam cidades em alerta

Temporais causam deslizamentos, desabamentos e alagamentos em vários municípios do Estado do Rio

Por LUIZ ALMEIDA

As chuvas em Petrópolis atingiram 108 milímetros e parte da mureta na Rua Coronel Veiga foi abaixo
As chuvas em Petrópolis atingiram 108 milímetros e parte da mureta na Rua Coronel Veiga foi abaixo -

As fortes chuvas dos dois últimos dias deixaram diversas cidades do Estado do Rio em estágio de alerta. Foram registrados desabamentos, deslizamentos de terra e vários pontos de alagamentos em municípios de quase todas as regiões. Não houve feridos ou mortes.

Em Petrópolis, a Defesa Civil registrou deslizamentos de terra e queda de árvore. O muro de proteção da Ponte Fones, na Rua Coronel Veiga, desabou e os escombros foram parar no Rio Quitandinha. Não houve feridos, mas a cidade permanece em estágio de atenção. Nas últimas 24 horas foi registrado índice pluviométrico máximo de 108 milímetros.

Maricá também permanece em estágio de atenção. Desde quarta, o volume de chuvas atingiu 102,5 milímetros. Segundo a Defesa Civil, duas famílias tiveram de deixar temporariamente suas casas nos bairros de Itapeba e Vale da Figueira.

Em Macaé foram registrados alagamentos em diversos pontos da cidade. A Defesa Civil interditou três casas no bairro Botafogo. Uma delas foi parcialmente interditada em função da queda de um muro. Outras duas totalmente evacuadas. Os moradores foram encaminhados para a casa de parentes.

Na cidade de Campos dos Goytacazes, também foram registrados alagamentos em diversos bairros, como no Centro, Parque Saraiva e Tapera. Já no Sul Fluminense, um forte temporal atingiu Volta Redonda e provocou deslizamento de terra no bairro Água Limpa. Em Angra dos Reis choveu 88 milímetros e a cidade pode seguir em estágio de alerta devido a possíveis deslizamentos de terra nas encostas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários