Wallace Silva de Araújo e Michele sofreram tentativa de assalto na Baixada - Reprodução Internet
Wallace Silva de Araújo e Michele sofreram tentativa de assalto na BaixadaReprodução Internet
Por O Dia
Publicado 16/01/2018 08:54 | Atualizado 16/01/2018 10:54

Rio - Os médicos continuam reduzindo a sedação de Michele Ramos da Silva Nascimento, de 33 anos. A informação foi divulgada pelo Hospital Geral de Nova Iguaçu nesta terça-feira. A vítima, que estava grávida, deu entrada na unidade após ser atingida por um tiro na cabeça no município da Baixada Fluminense. Segundo o hospital, até o momento, o quadro de saúde "evolui satisfatoriamente", mas o estado de saúde continua grave.

A vítima passou por uma cesariana de emergência para a retirada da criança e por uma cirurgia no crânio para descompressão do cérebro. O bebê, que está internado na Maternidade Mariana Bulhões, também em Nova Iguaçu, teve uma piora no quadro e está em estado gravíssimo.

Em prantos e muito emocionado, o corretor de imóveis Wallace Silva de Araújo, de 34 anos, marido de Michele, pediu orações para a melhora da mulher e de seu filho, que vai se chamar Antônio Esdras.

"Peço a vocês que orem. Acredito na vida e creio que eles vão sair dessa sem sequela. Eu quero crer e agradecer a todos pelas orações. Nosso bebê estava programado para março. Não tenho que questionar a Deus por isso. Temos que apenas acreditar", desabafou, dizendo que o filho foi planejado. "O nosso primeiro filho, ela já comprou o berço, as roupinhas, e os bonecos. Iríamos pintar o quarto nesta semana", falou.

 

Você pode gostar
Comentários