Mais Lidas

Vídeo: Mulher leva 'mata-leão' e é assaltada em Ipanema

Vítima, uma empregada doméstica que trabalha em um prédio da Rua Prudente de Moraes, foi rendida e roubada por três criminosos na porta do imóvel

Por RAFAEL NASCIMENTO

Vítima chegava para trabalhar e foi rendida por quatro criminosos
Vítima chegava para trabalhar e foi rendida por quatro criminosos -

Rio - Enquanto falta policiamento, sobra violência em toda a região da cidade. Uma câmera de segurança registrou o momento em que uma mulher de 59 anos foi roubada e agredida em frente a um prédio em Ipanema, na Zona Sul, nesta terça-feira. Em um determinado momento, a vítima chega a ser imobilizada por um golpe de "mata-leão". Ao DIA, ela relatou os momentos de terror vividos nas mãos dos criminosos. 

"Foi sem ao menos eu esperar, me abordaram e me deram uma gravata, todos descalços, não pude fazer nada e eles gritando 'passa, passa, passa, é um assalto' e levaram minhas coisas todas. Eu pensei que iam me matar enforcada. Pensei: vou morrer aqui. Não falei nada, fiquei sem ação, minhas pernas tremiam e a voz não saía", contou a vítima, sem se identificar. 

Ela contou que já foi vítima de roubo no mesmo trecho e puxaram o seu cordão. Entretanto, a violência desproporcional desta vez a traumatizou. "Achei um absurdo aquilo ali, porque para levar minha bolsa um só levaria, precisava de quatro para me agredir? Fica o receio, o medo de como chegar, pensando que vai acontecer de novo, tudo isso para na minha cabeça", disse.

O crime aconteceu por volta das 7h40, na Rua Prudente de Moraes — a principal via do bairro. A mulheria começar a trabalhar e chegavada padaria quando foi atacada pelos criminosos. Inicialmente, informações davam conta de que a vítima seria uma idosa de 80 anos, mas na verdade ela trabalha como doméstica na casa de uma senhora com aproximadamente com esta mesma idade. No vídeo, é possível notar quando a mulher é cercada por três bandidos, que fugiram após o crime.

A mulher mora em São Gonçalo e trabalha na residência há três anos. Os criminosos levaram o cordão que ela usava, Riocard, bolsa, o relógio que ela ganhou de presenta da filha e um celular que ela ainda está pagando. Ela disse que não é a primeira vez que é roubada na região. 

A filha da patroa da vítima, que mora na Suíça, chegou recentemente ao Brasil e lamentou o episódio. "Estou desiludida, esta é uma realidade que o Rio vive e que não deveria acontecer em lugar nenhum. Digo a todos (na Suíça) que é muito perigoso aqui e para não virem para cá. Ontem um daqueles poderiam ter até matado ela", falou.

No mesmo período do ano passado, o seu filho, que é suíço, esteve no Rio e teve o celular roubado por um criminoso com uma faca. "Ele nunca tinha sido assaltado e ficou desesperado."

Um morador do prédio chegou a comentar o assalto. "A vítima é minha vizinha, uma senhora de 80 anos que voltava da padaria, uma mãe para mim. Na delegacia uma fila enorme de outras vítimas de violência. Tivemos Copa do Mundo, tivemos Olimpíadas... mas perdemos essas oportunidades de transformar o Rio de Janeiro numa das grandes cidades do mundo, como NY, Paris, Amsterdam, Londres, Berlim... O investimento ficou no bolso da quadrilha do Cabral, muito mais perigosa do que os quatro assaltantes que aparecem no vídeo abaixo (Sergio Cortes, o ex-secretário de saúde, já está solto e circulando pela cidade de bermuda e chinelo, como se nada tivesse acontecido)", disse.

Enquanto isso — diante da séria de criminalidade na cidade — o porta-voz da Polícia Militar, major Ivan Blaz foi a público sugerir que os turistas e cariocas não usem celulares e não façam selfies nas ruas para não serem vítimas da assaltos.

A PM disse que reforçou o patrulhamento no carnaval com 17 mil homens. No entanto, não é o que se vê nas ruas da cidade. O DIA tentou falar com Blaz nesta quarta-feira. O porta-voz não atendeu as ligações da reportagem.

Enquanto a violência assusta o Rio de Janeiro, a assessoria de imprensa do governador Luiz Fernando Pezão disse que ele está em Piraí "descansando".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Idosa foi imobilizada por criminoso quando voltava de padaria Reprodução Facebook
Vítima chegava para trabalhar e foi rendida por quatro criminosos Maira Coelho/Agencia O Dia

Comentários