Guerra no UFC! Ex-campeão dos pesos-médios propõe greve geral aos lutadores

Luke Rockhold mostrou total indignação com possibilidade de luta entre Michael Bisping e Georges St-Pierre ser apenas no final do ano

Por O Dia

Estados Unidos - Os lutadores dos pesos-médios vivem tempos conturbados no UFC. Após o Ultimate anunciar a 'furada de fila' de Georges St-Pierre, que saiu da aposentadoria direto para uma disputa de cinturão contra Michael Bisping, os principais atletas da categoria estão indignados.

Luke Rockhold está ameaçando a sair do UFCDivulgação

O ex-campeão peso-médio Luke Rockhold propôs, na última segunda-feira, que os lutadores da divisão até 84 kg façam greve geral e não entrem no octógono para lutar enquanto a situação não mudar.

"Você não pode prever nada nos dias de hoje. O UFC está apenas tentando pagar uma dívida, tentando juntar essas "mega lutas", que não fazem sentido algum. Se eles não colocarem uma disputa de cinturão interino em jogo ou se eles não agendarem o Bisping contra um dos principais desafiantes da divisão, eu não luto com ninguém. E todo o resto dos pesos-médios deveria fazer isso. Sem eu, Mousasi, Yoel e Whittaker? Acho que todos deveriam ficar em pé e dizer "f...-se". Coloque um título em jogo ou então "f...-se"", disse Rockhold no programa 'The MMA Hour', antes de completar.

"Acho que, na verdade, todo mundo já está em greve, não é? Estamos todos aguardando por um título. Whittaker está triste, eu expressei minha opinião e acho que Mousasi deve ficar firme também. Quer dizer, sem nós, não existe m... de divisão nenhuma. Acho que todo mundo precisa dar uma passo a frente e fazer algo acontecer. Os pesos-médios precisam intensificar e marcar terreno. Eles estão nos pressionando contra um canto. Nós temos que manter e ficamos juntos. Estou cansado dessa m..., cara", encerrou o ex-campeão dos médios.

ANDERSON SILVA FORA DO UFC RIO

O brasileiro Anderson Silva, que chegou a cogitar a aposentadoria, caso não lhe fosse dada a possibilidade de disputa de um cinturão interino contra o número 1 da divisão, Yoel Romero, confirmou na última segunda-feira que está fora do UFC Rio, que acontece no dia 3 de junho.

O lutador deixou o card após Dana White rejeitar publicamente o pedido de Anderson. "Não faremos a disputa de cinturão interino. Michael Bisping está ativo e pronto para lutar contra o número um do ranking, que é Yoel Romero. Anderson Silva é o número sete do ranking atualmente", afirmou Dana White.

Depois que Kelvin Gastelum foi retirado do evento após cair no doping em sua luta contra Vitor Belfort no UFC Fortaleza, em março, o UFC ofereceu diversos substitutos ao brasileiro, mas Anderson Silva queria que o combate valesse pelo cinturão interino.

Últimas de Esporte