Manifestantes entram em confronto durante passeata na Central do Brasil

Simpatizantes do regime militar e ativistas de partidos comunistas entraram em conflito na 'Marcha da Família com Deus pela Liberdade'

Por tabata.uchoa

Rio - Manifestantes a favor da ditadura militar e ativistas de partidos comunistas entraram em confronto, na tarde deste sábado, durante a "Marcha da Família com Deus pela Liberdade" na Central do Brasil. Cerca de 300 simpatizantes do regime militar protestavam no local quando houve o confronto com os simpatizantes do comunismo. Policiais do Batalhão de Choque afastaram os manifestantes e encerraram o ato, mas o clima segue tenso no local.

>>>GALERIA: Manifestantes entram em conflito na Central do Brasil

O evento conta com a participação do deputado federal Jair Bolsonaro, que é ovacionado pelo público. "Estamos caminhando para o comunismo. Estou lançando a campanha 'vá a Cuba, Dilma'. Ela (Dilma) é um Fidel Castro de saias. O Brasil esta caminhando a passos largos rumo ao comunismo com projetos assistencialistas baratos", destacou Bolsonaro, que disse participar do ato como cidadão.

Manifestantes entram em conflito na Central do BrasilErnesto Carriço / Agência O Dia


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia