Recompensa por traficante 2N do Salgueiro, em SG, sobe para R$ 10 mil

Bandido também é conhecido na região como Neném ou Atleta

Por O Dia

2N está foragido desde 2015Divulgação

Rio - O Portal dos Procurados divulgou, nesta quinta-feira, o aumento da recompensa oferecida pelo traficante Thomaz Jhayson Vieira Gomes, o 2N do Salgueiro, de 24 anos, chefe do tráfico de drogas da Favela do Salgueiro, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Ele também é conhecido na região como Neném ou Atleta. Quem der a informação que leve a prisão do criminoso receberá a quantia de R$ 10 mil reais. Anteriormente, o valor oferecido era de R$ 1 mil.

Em uma região que a polícia do Rio estima contar com mais de uma centena homens armados com fuzis, granadas e pistolas, foi determinado pela cúpula da facção, que após a prisão do traficante Marcelo da Silva Leitão, o Bigode, de 27 anos, em junho de 2016, a chefia do tráfico local, fosse passada para as mãos do traficante 2N. Segundo investigações, ele estaria recebendo ordens do traficante Antônio Hilário Ferreira, o Rabicó, preso em presídio federal. A região se tornou um dos principais bunkers da facção Comando Vermelho, e também concentra bandidos de várias regiões do Rio de Janeiro.

O traficante 2N chegou a ser preso em 2014, por Agentes da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) em uma operação para cumprir 34 mandados de prisão na comunidade do Salgueiro. Um blindado da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core) deu apoio aos agentes para a entrada na comunidade. Segundo a corporação, a investigação foi iniciada para apurar o tráfico de drogas no local. Preso durante o período de um ano, ele saiu em liberdade em 2015, da Penitenciária Gabriel Ferreira de Castilho.

Atualmente, a polícia investiga o possível envolvimento 2N e de seu braço-direito e segurança Luiz Ricardo Monteiro Cunha, o Ricardinho, nas execuções de dois amigos de infância, que foram mortos pelos criminosos após saírem de um baile funk no conjunto de favelas, em janeiro deste ano. Segundo investigações eles teriam sido mortos, porque os traficantes alegavam que os amigos eram informantes da polícia (X-9). Os corpos até hoje não foram encontrados. Ele também teria desafiado a Polícia do Rio, após o roubo de um carregamento de ar-condicionado, avaliado em R$ 300 mil reais.

Pelo Sistema de Cadastramento de Mandados de Prisão (Polinter) consta um mandado de prisão, expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, 2° Cartório da 2ª Vara Criminal, de São Gonçalo, pelo crime de Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins Tráfico de Drogas e Condutas Afins.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do criminoso e de seu bando, pode denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram dos Procurados (21) 96802-1650; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais de denúncias, o anonimato é garantido.


Últimas de Rio De Janeiro