Novo iPhone pode vir sem carregador, diz analista

Para reduzir custos, a caixa também pode vir sem os fones de ouvido

Por Marco Sá

Diversas cores do iPhone 11
Diversas cores do iPhone 11 -
Em tentativa de oferecer preços mais atraentes ao consumidor, a norte-americana Apple pode começar a vender o iPhone 12 sem carregador e fones EarPods na caixa, que deve incluir apenas o cabo. A informação é do analista Ming-Chi Kuo, que se destacou por diversos vazamentos da companhia.

De acordo com Kuo, o movimento de vender os acessórios separadamente se deve à elevação dos custos da conectividade 5G. No Brasil, os EarPods com conexão lightning são vendidos no site oficial por R$ 249, enquanto o carregador USB de 5 watts sai a R$ 149. O iPhone 11, que ainda conta com esses acessórios está disponível a partir de R$ 4.999 na loja brasileira.

Kuo adianta que a Apple, para compensar, vai oferecer promoções para os fones bluetooth AirPods. No entanto, os valores praticados no país são considerados elevados e passam de R$ 1.000 em seu modelo de entrada.

A corporação do Vale do Silício também pretende, conforme o analista, aposentar os atuais carregadores de 5 e 18 watts, lançando um mais potente, de 20 watts. Para efeito de comparação, fabricantes concorrentes disponibilizam opções rápidas por até R$ 100.

Os novos iPads de 10,1 polegadas no entanto, já podem chegar este ano acompanhados do novo carregador de 20W, segundo Ming-Chi Kuo.

Comentários