Coisas do Rio
Coluna
Coisas do Rio
Thiago Gomide - thigomide@gmail.com

Neto de bilionário rouba diamante e é preso em Nova York

Família Martinelli foi uma das mais poderosas do Brasil, mas entrou em decadência financeira nos anos 1950

Por Thiago Gomide

Neto do construtor do edifício Martinelli, no centro de São Paulo, foi preso em Nova York
Neto do construtor do edifício Martinelli, no centro de São Paulo, foi preso em Nova York -
Você conhece alguém que era rico e ficou pobre?

Vou repetir a pergunta: você conhece alguém que tinha tanta grana, a ponto de ter recebido herança do criador de um dos prédios mais impactantes de São Paulo, e morreu na pendura?

Foi o caso do filho do Giuseppe Martinelli, empresário italiano que ganhou fortuna com empresas ligadas a navegação.

O rapaz gastou tudo que tinha e o que não tinha.

José Benito Martinelli torrou mais de 20 apartamentos em Botafogo, terrenos no Flamengo, em Copacabana...

A família chegou a pedir a interdição dele, em 1982. O homem vendia tudo barato. Parecia querer liquidar.

Zezito, filho de José Benito Martinelli, neto de Giuseppe, nasceu em berço de ouro, mas viu a mamadeira secar.

O pai gastou tudo. Da época de bonança, só o sobrenome e olhe lá.

E foi com o sobrenome importante que ele passeava na alta sociedade carioca. Era boa praça, bem recebido, conhecido nas boates da alta sociedade.

Outra pergunta: você conhece a história de alguém que já tentou dar um golpe?

Pois então fique aí.

Zezito queria voltar ao passado.

Depois de quatro anos frequentando a bela cobertura de uma advogada rica cearense, de família poderosa, na praia de Ipanema, Zezito conseguiu convence-la a abrir o cofre.

Zezito, que sempre falou que era um importante exportador de pedras preciosas, ficou de olho em um diamante de mais de 7 quilates.

Não é que ele conseguiu passar a lábia dizendo que iria levar aquela joia pra ser avaliada por um gringo?

Quando a advogada se deu conta do golpe, era tarde.

José Monteiro de Aquino Martinelli, de 27 anos, já tinha embarcado pra Nova York. Na mala, o diamante.

Última pergunta: conhece algum malandro que se deu bem no final de uma novela?

Não foi o caso do Zezito não. Foi preso nos Estados Unidos, acusado de contrabando de pedras preciosas e furto do tal diamante.

Voltou pro Brasil, mas não ficou preso por muito tempo.

Novos golpes? Pelo que consta, não teve não.

Quer saber mais dessa história? Clique aqui. Fiz um vídeo contando mais detalhes.

 
Giuseppe Martinelli

Comentários