Desbravando
Coluna
Desbravando
Karilayn Areias

'Rio de Memórias': site permite rolé virtual pela história do Rio de Janeiro

Dividido em duas sessões, 'Rio Desaparecido' e 'Rio de Sons', o internauta mergulha em fatos históricos como as diversas remoções que marcaram a construção da cidade ou ainda descobre os principais marcos do entretenimento carioca, como o Tivoli Park

Por KARILAYN AREIAS

Palácio Monroe
Palácio Monroe -
Rio - Um site que te permite "conhecer o passado para entender o presente e caminhar para o futuro". Assim pode ser definido o museu virtual "Rio de Memórias". Patrocinado pela Prefeitura, Secretaria Municipal de Cultura e pelas empresas Estácio, Concrejato e Concremat, a iniciativa busca resgatar um passado muitas vezes esquecido. 
Divido em duas sessões, "Rio Desaparecido" e "Rio de Sons", o internauta tem a oportunidade de "mergulhar", sem sair de casa, em fatos históricos como as diversas remoções que marcaram a construção da cidade, os principais marcos do entretenimento carioca, como o Tivoli Park, além de aprender mais sobre a relação do sagrado e profano dentro do Carnaval Carioca. 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Poucas cidades no mundo tiveram a sua paisagem natural tão modificada e traços de sua cartografia humana tão facilmente apagados quanto o Rio. No lugar de enfrentar a questão habitacional, remove-se aquilo que incomoda. Assim foi com o Morro do Castelo... Uma colina que foi o berço da cidade do Rio de Janeiro e que, por quase 200 anos, foi o seu centro de poder. A trama urbana que deu origem à capital fluminense foi se desdobrando a partir desse núcleo. Muitas histórias aconteceram ao longo desses anos e culminaram com a decisão de demolir o morro. A primeira etapa do "bota abaixo" foi feita para dar passagem à Avenida Central, atual Rio Branco. Mas ele desapareceu mesmo em 1920 para, supostamente, ceder espaço à grande exposição internacional comemorativa dos cem anos da independência do Brasil, em 1922. Não sem muita controvérsia, claro.... Saiba essa história na íntegra em nosso site, link na Bio! #riomemorias #morrodocastelo #centrodoriodejaneiro #riodesaparecido agência Tyba e @bibliotecanacional.br

Uma publicação compartilhada por Rio Memórias (@riomemorias) em

 
A iniciativa foi idealizada por Livia de Sá Baião e o projeto também contou com a participação dos historiadores Rafael da Cruz e Antonio Edmilson Martins, responsáveis pelo conteúdo do site, e Rodrigo Rainha, professor da Estácio e curador do Rolé Carioca. 
Serviço: 
Museu Virtual Rio de Memórias: https://www.riomemorias.com.br/

Comentários