Por O Dia

Que grande alegria é no dia de hoje poder escrever esse anúncio: Cristo ressuscitou! Desejo que chegue a cada casa, a cada família e, especialmente, onde há mais sofrimento. Sobretudo, queria que chegasse a todos os corações, porque é lá que Deus quer semear esta Boa Nova: Jesus ressuscitou, há uma esperança que despertou para todos. A vida venceu a morte, o bem prevaleceu sobre o mal. O que significa o fato de Jesus ter ressuscitado? Mostra que o amor de Deus é mais forte que o mal e a morte; significa que o amor de Deus pode transformar a nossa vida.

Eis o que é a Páscoa: é o êxodo, a passagem do homem da escravidão do pecado, do mal, à liberdade do amor, do bem. Porque Deus é vida e amor. Cristo morreu e ressuscitou de uma vez para sempre e para todos, mas a força da Ressurreição, esta passagem da escravidão do mal à liberdade do bem, deve realizar-se em todos os tempos, nos espaços concretos da nossa existência, na nossa vida de cada dia. Quantos desertos atravessamos hoje? Sobretudo o deserto que existe em cada um, quando falta o amor de Deus e ao próximo, quando falta a consciência de ser guardião de tudo o que o Criador nos deu e continua a dar. Mas a misericórdia de Deus pode fazer florir mesmo a terra mais árida. Acolhamos a graça da Ressurreição!

Deixemo-nos renovar pela misericórdia de Deus, deixemo-nos amar por Jesus, que a força do seu amor transforme a nossa vida, tornando-nos instrumentos desta misericórdia, colocando fim na maldade e injustiças. E assim, a Jesus ressuscitado que transforma a morte em vida, peçamos para mudar o ódio em amor, a vingança em perdão, a guerra em paz. Cristo é a nossa paz e, por seu intermédio, imploramos a paz para o mundo. Feliz Páscoa!

Padre Omar: é o Reitor do Santuário do Cristo Redentor do Corcovado. Faça perguntas ao Padre Omar pelo e-mail [email protected] Acesse

também www.padreomar.com e www.facebook.com/padreomarraposo

Você pode gostar
Comentários