Primeiro escutar

Ouvir com amor, paciência, como Deus faz conosco, com as nossas orações muitas vezes repetitivas. Deus nunca se cansa

Por O Dia

Rio - Já perceberam que com a correria do dia a dia quase não temos tempo para a escuta? Como é importante, para nós, escutar a vida! Deveríamos sempre prestar ouvidos aos irmãos: não às críticas inúteis, mas às necessidades do próximo. Ouvir com amor, paciência, como Deus faz conosco, com as nossas orações muitas vezes repetitivas. Deus nunca se cansa. Peçamos, também nós, a graça de um coração dócil a escutar. No Sínodo dos Bispos sobre a juventude no mês passado, em Roma, Papa Francisco disse aos jovens: "Em nome de todos nós, adultos, desculpai, se muitas vezes não vos escutamos; se, em vez de vos abrir o coração, vos enchemos os ouvidos".

Depois da escuta, um segundo passo que o Papa destacou é fazer-se próximo. Ser próximo é levar a novidade de Deus à vida do irmão. Será que somos cristãos capazes de nos tornar próximo? Testemunhar é o terceiro passo. Não é cristão esperar que os irmãos inquietos batam às nossas portas; somos nós que devemos ir ao encontro, não levando apenas nós mesmos, mas Jesus. Quantas vezes, em vez da mensagem libertadora de salvação, nós levamos nossas receitas, nossos achismos! Quantas vezes, em vez de fazer nossas as palavras do Senhor, despachamos como palavra d'Ele as nossas ideias! Ouvir, fazer-se próximo, testemunhar. Escutar, antes de falar. Assim, trabalhamos em comunhão e com ousadia, com o desejo de servir a Deus. Que o Senhor abençoe nossos passos, para podermos escutar os irmãos, nos fazer próximos e testemunhar a alegria da nossa vida: Jesus.

Padre Omar: é o Reitor do Santuário do Cristo Redentor do Corcovado. Faça perguntas ao Padre Omar pelo e-mail padreomar@ padreomar.com. Acesse também www.padreomar.com e www.facebook.com/ padreomarraposo

Comentários