Dia Mundial dos Pobres

Por Padre Omar

Rio - Hoje a Igreja celebra o II Dia Mundial dos Pobres. Essa jornada foi instituída ano passado pelo Papa Francisco para despertar a Igreja para sua presença ainda maior entre os necessitados. O tema deste ano traz um apelo para que sejamos a resposta que Deus quer dar a tantas pessoas que vivem na exclusão: "Este pobre clama e o Senhor o escuta".

O Papa Francisco nos pede gestos concretos para este dia. Que seja celebrado sob o signo da alegria pela capacidade de estar juntos. Rezar juntos em comunidade e compartilhar a refeição no dia de domingo é uma experiência que nos leva de volta à primitiva comunidade cristã. Inúmeras são as iniciativas que os cristãos há anos empreendem para dar um sinal de proximidade e alívio às muitas formas de pobreza diante dos nossos olhos.

Muitas vezes, a colaboração com outras realidades, que se movem impelidas pela solidariedade. Somos movidos pela fé e pelo imperativo da caridade, mas saibamos reconhecer outras formas de ajuda e solidariedade que se propõem aos mesmos objetivos. Estar junto de quem é mais pobre do que nós, tocará a nossa vida. Nos fará, sem sombra de dúvida, lembrar o que conta verdadeiramente: amar a Deus e ao próximo. Só isto dura para sempre, todo o resto passa.

Por isso, devemos sempre investir no amor! Devemos acolher com alegria os que passam necessidades. Vamos, de maneira concreta, convidar para uma boa refeição quem está sem poder se alimentar dignamente. Vamos oferecer uma roupa nova ou em bom estado para quem está desprovido de condições de se vestir. Vamos dialogar, ouvir, acolher e amar as pessoas que vivem em pobreza. Que Deus nos ajude a sempre estender as nossas mãos aos mais necessitados!

Comentários