O silêncio de José

Na próxima terça-feira, dia 19, a Igreja está em festa celebrando o seu patrono

Por Padre Omar

Neste mês de março a Igreja celebra a memória de São José. Homem justo, escolhido por Deus como pai adotivo de Jesus e sempre ao lado da Virgem Maria. Na próxima terça-feira, dia 19, a Igreja está em festa celebrando o seu patrono.

Pouco se fala na Sagrada Escritura do homem José, mas o que se fala é sempre para enaltecer este homem escolhido. De José sabemos que Deus lhe falou através dos anjos, em sonho.

Certa vez, o Papa Francisco revelou que São José é quem o ajuda a resolver os problemas e superar as dificuldades, e divulgou ao mundo a sua devoção à Imagem de São José Dormindo.

Segundo o Papa, é dormindo que José cuida da Igreja. Então, quando Francisco encontra alguma dificuldade, ele escreve em um papel e o coloca embaixo da Imagem para que José sonhe sobre isso, ou seja, para que ele reze por este problema.

O Papa falou sobre esse hábito durante um discurso às famílias, ao citar o Santo como modelo de silêncio, abandono em Deus, mas também de ação. São José é o protetor das famílias!

São José sempre fez a vontade de Deus, em silêncio. Um silêncio eloquente, que muito fala, mesmo sem usar uma palavra. Neste silêncio orante, percebemos a contemplação de José aos desígnios de Deus.

Ele sai de cena do mesmo modo como entrou: em silêncio. Não temos relatos sobre a sua morte, mas com a certeza da fé, temos presente no coração sua ida para junto do Pai.

O exemplo de São José é para todos nós um forte convite a desempenhar com fidelidade, discrição e humildade a tarefa que Deus nos destinou. Que o silêncio orante e provedor de São José nos ajude a fazer sempre a vontade de Deus. São José, rogai por nós!

 

Comentários