Todos os Santos

Celebramos a festa da santidade, aquela que, às vezes, não se manifesta em grandes obras, mas em pessoas que sabem viver

Por O Dia

Hoje a Igreja celebra a solenidade de Todos os Santos, aqui no Brasil a festa é transferida do dia 1º de novembro para o domingo seguinte. Assim recordamos não só aqueles que foram proclamados santos ao longo da história, mas também muitos conhecidos nossos que viveram a sua vida cristã na plenitude da fé e do amor através de uma existência simples e reservada.
Celebramos, pois, a festa da santidade. Aquela santidade que, às vezes, não se manifesta em grandes obras nem em sucessos extraordinários, mas em pessoas que sabem viver, fiéis e diariamente, as exigências do Batismo. Uma santidade feita de amor a Deus e aos irmãos. Amor fiel até ao esquecimento de si e à entrega total aos outros.
Mas, se há uma característica muito especial dos santos é o fato de serem verdadeiramente felizes. Descobriram o segredo da felicidade autêntica, que mora no fundo da alma e tem a sua fonte no amor de Deus. Por isso, os santos são chamados bem-aventurados. As Bem-aventuranças são o seu caminho rumo ao seu destino, rumo à pátria. As Bem-aventuranças são o caminho de vida que o Senhor nos indica, para
podermos seguir os seus passos.
As Bem-aventuranças são de algum modo a identidadedo cristão, que o identifica como seguidor de Jesus. Somos chamados a seguir Jesus, enfrentando os sofrimentos e angústias do nosso tempo com o espírito de amor.
O chamado à santidade é para todos, e temos que receber do Senhor com muita fé. Os santos nos encorajam com a sua vida e a sua intercessão diante de Deus, e nós precisamos uns dos outros para nos tornar santos. Ajudemo-nos a sermos santos! Juntos, peçamos a graça de acolher, com alegria, este chamado e trabalhar unidos para cumprir. Que a Santa Mãe de Deus, Rainha dos santos, nos ajude a percorrer com decisão o caminho da santidade.

Comentários