Identidade cristã

Peçamos ao Senhor, por intercessão da Virgem Maria Mãe da Igreja, a graça de nunca cair na tentação de pensar que podemos renunciar aos outros

Por O Dia

Estamos no início do ano. É tempo de retornar a participação nas atividades da Igreja, ou ainda começar um novo serviço pastoral. Muitas vezes ouvimos pessoas dizerem: "Eu creio em Deus, mas não me interesso pela Igreja". 

Alguns pensam que podem manter relação pessoal com Jesus Cristo fora da comunhão e mediação da Igreja. Mas são tentações. Não vivemos isolados e não somos cristãos a título individual, cada qual por sua conta. Somos cristãos porque pertencemos à Igreja.

Nesse sentido, o pensamento se dirige em primeiro lugar, com gratidão àqueles que nos precederam e que nos acolheram na Igreja. Se cremos, se sabemos rezar, se conhecemos o Senhor, se o sentimos próximo e o reconhecemos nos irmãos, é porque outros, antes, viveram a fé e nos transmitiram.

Se pensarmos bem, quantos rostos de pessoas queridas passam diante dos nossos olhos. Pode ser o rosto dos nossos pais que pediram o Batismo; dos avós ou de algum familiar que nos ensinou o sinal da cruz e as primeiras orações. A Igreja é uma grande família e aprendemos a viver como crentes e discípulos de Jesus.

Peçamos ao Senhor a graça de nunca cair na tentação de pensar que podemos renunciar aos outros, que podemos prescindir da Igreja. Pelo contrário, não se pode amar a Deus sem amar os irmãos; não podemos ser bons cristãos, a não ser juntamente com todos aqueles que procuram seguir Jesus; é nisto que consiste a Igreja.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários