Alerj costura acordo com o governo para aumentar idade máxima de ingresso na PM

Veto de Witzel ao projeto que prevê essa medida deve ser derrubado pelo plenário na semana que vem; deputado da base aliada articula para que PGE não judicialize o tema

Por PALOMA SAVEDRA

Projeto tem como objetivo alcançar aprovados em concurso para a PM realizado em 2014
Projeto tem como objetivo alcançar aprovados em concurso para a PM realizado em 2014 -

O veto do governador Wilson Witzel ao projeto de lei — de autoria de Martha Rocha (PDT) — que altera a idade máxima de ingresso na Polícia Militar está previsto para ir ao plenário da Alerj semana que vem. E os parlamentares estão certos de que será derrubado. Agora, a base governista está alinhando um acordo com o Executivo para que o tema não seja judicializado. 

Bruno Dauaire (PSC) tem assumido as articulações para que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) não leve o assunto para a Justiça. Apesar de isso não ser garantido, os trabalhos tem sido nesse sentido. 

O projeto fixa idades mínima de 18 anos e máxima de 35 para ingresso nas carreiras militares do Estado do Rio. E tem como principal objetivo alcançar os aprovados em concurso da PM realizado em 2014. 

Em seu veto, Witzel alegou que, como as categorias são regidas por estatutos próprios (do Corpo de Bombeiros e da PM), qualquer mudança deveria ser de iniciativa do chefe do Poder Executivo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários