Mais de 19 mil inativos do Rio terão que fazer prova de vida em janeiro

A partir de segunda-feira, Rioprevidência exigirá atualização cadastral desse grupo, sob pena de suspensão do pagamento do benefício previdenciário

Por PALOMA SAVEDRA

Até o fim do ano, 250 mil aposentados e pensionistas terão que fazer a prova de vida no Bradesco
Até o fim do ano, 250 mil aposentados e pensionistas terão que fazer a prova de vida no Bradesco -

Os 19.809 aposentados e pensionistas do Estado do Rio que fazem aniversário em janeiro devem ficar atentos: começa na segunda-feira a prova de vida que passará a ser exigida todo ano pelo Rioprevidência. Os inativos que nasceram neste mês terão até o próximo dia 24 para comparecer à qualquer agência do Banco Bradesco com a documentação necessária e realizar o procedimento. Quem não fizer poderá ter o benefício previdenciário retido até regularizar sua situação.

Até o fim do ano, o recadastramento vai alcançar, ao todo, 250 mil vínculos do Rioprevidência. A prova de vida será feita por etapas, de acordo com o mês de aniversário do vínculo. Assim, no próximo mês será a vez dos nascidos em fevereiro, e assim por diante até dezembro.

Vale ressaltar que apenas aposentados vinculados a órgãos do Executivo terão que fazer a atualização cadastral. Já os pensionistas de todos os Poderes (Legislativo e Judiciário) e do MPRJ e TCE ficarão obrigados a realizar o procedimento.

Assim como o recenseamento mensal — que alcançou os ativos —, a prova de vida é uma das medidas para controlar a folha de pagamentos. A ideia do Rioprevidência é, além de melhorar a sua base de dados, identificar irregularidades e combater fraudes — por exemplo, quando terceiros não comunicam o falecimento de um aposentado e recebem o pagamento em seu lugar.

O calendário da prova de vida será sempre nos dias úteis entre o dia 11 e 25 de cada mês. Os documentos exigidos são Identidade, CPF e comprovante de residência no próprio nome (dos últimos três meses anteriores). O adolescente que não possuir o comprovante em seu nome deverá apresentar declaração assinada pelo titular do endereço onde reside.

Suspensão do crédito

De acordo o Rioprevidência, no mês posterior da prova de vida será divulgado no DO o nome das pessoas que não realizaram o procedimento. Só após 30 dias deste aviso é que o pagamento será suspenso.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários