Além dos PMs, o projeto alcança outros agentes de segurança pública - Agência O DIA
Além dos PMs, o projeto alcança outros agentes de segurança públicaAgência O DIA
Por O Dia
O estado não aplicou no contracheque de janeiro (que será pago em fevereiro) o novo cálculo da Gratificação de Regime Especial de Trabalho (GRET) dos PMs e bombeiros militares. Como a coluna informou na quinta-feira, os valores podem ser reduzidos com base em um acórdão do Tribunal de Contas do Estado, do fim de 2020.
De acordo com o TCE, somente poderão computar, para efeito de incorporação da vantagem denominada GRET, o período inerente à função de bombeiro ou policial militar, ou seja, o tempo de serviço efetivo.