Parceria vai documentar poluição plástica nos oceanos

ONU Meio Ambiente e Família Schurmann vão promover expedição que visa conscientizar sobre os danos causados por detritos nos mares do planeta

Por O Dia

Família Schurmann vai iniciar expedição Voz dos Oceanos em dezembro
Família Schurmann vai iniciar expedição Voz dos Oceanos em dezembro -
Uma parceria para navegar por águas de diversos pontos do planeta. A ONU Meio Ambiente e a Família Schurmann assinaram recentemente um memorando para colocar em prática a expedição Voz dos Oceanos. O projeto, que terá início no dia 12 de dezembro e se estenderá por 18 meses, visa a conscientização sobre os danos causados pela poluição plástica nos mares da Terra. 
Fruto da campanha global Mares Limpos — da qual a Família Schurmann tem parceria com a ONU Meio Ambiente desde 2017 —, a expedição está prevista para aportar em até 40 pontos ao redor do mundo. Entre eles, Fernando de Noronha, em Pernambuco, Manhattan, em Nova Iorque, e Auckland, na Nova Zelândia. Também estão programadas navegações em áreas batizadas de 'giroscópios' — onde as correntes marinhas convergem e agrupam detritos plásticos provenientes de todo o planeta.
De acordo com o memorando de intenções da parceria, a expedição Voz dos Oceanos servirá para fazer a documentação da poluição plástica nos mais remotos locais da Terra. O objetivo, em seguida, será a identificação de possíveis soluções para combater a poluição marinha e tentar a mobilização de governos, grupos empresariais e a sociedade em geral na busca pela limpeza dos oceanos.
"A expedição é uma ótima oportunidade para aumentar a conscientização sobre as soluções inovadoras que as pessoas ao redor do mundo estão desenvolvendo para combater a poluição plástica", destaca Leo Heileman, diretor-regional da ONU Meio Ambiente na América Latina e Caribe.
Estimativas apontam que entre 8 e 13 milhões de toneladas de lixo plástico chegam aos oceanos a cada ano. Ainda segundo projeções, além de poluir as águas, tais detritos chegam a causar, anualmente, a morte de 100 mil animais marinhos, além de matar cerca de um milhão de aves.
A FAMÍLIA
A Família Schurmann deu inícios às navegações ao redor do mundo em 1984, partindo de Florianópolis, em Santa Catarina. Composta por Vilfredo e Heloísa Schurmann, além dos filhos Pierre, David, Wilhelm e Kat, eles foram os primeiros brasileiros a dar a volta ao mundo a bordo de um veleiro, já tendo cruzado três oceanos e sete continentes. 
Segundo David Schurmann, diretor da expedição Voz dos Oceanos, a parceria com a ONU Meio Ambiente surgiu da preocupação com o estado das águas da Terra. "Navegando pelo planeta vemos poluição de plástico em ilhas remotas e desabitadas, inclusive no meio do oceano. Isso nos preocupa muito e nos motivou enquanto planejávamos o projeto, que é para trazer consciência e encontrar soluções, já que essa é uma crise sem fronteiras", explica ele.

Galeria de Fotos

Família Schurmann vai iniciar expedição Voz dos Oceanos em dezembro divulgação
Fernando de Noronha será um dos locais visitados durante a expedição divulgação

Comentários