Petrópolis poderá ter nova área verde

Cidade estuda criação da Floresta Municipal do Quitandinha, que vai preservar mais de 5,9 hectares

Por O Dia

Unidade de conservação será também um espaço de lazer para moradores dos bairros Independência, Quarteirão Italiano, Cremerie e Taquara
Unidade de conservação será também um espaço de lazer para moradores dos bairros Independência, Quarteirão Italiano, Cremerie e Taquara -
Rio - Petrópolis estuda a criação de mais uma área verde no município. Para tanto, a Secretaria de Meio Ambiente vai promover, na próxima quarta-feira, dia 31, uma audiência pública para a apresentação do projeto que criará a Floresta Municipal do Quitandinha — o encontro vai reunir órgãos públicos federais, estaduais e municipais, além de moradores e entidades civis. A futura unidade de conservação terá mais 5,9 hectares preservados.
De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, a Floresta Municipal do Quitandinha ficará em uma área localizada na Rua Ângelo João Brant, no Quarteirão Italiano, no próprio bairro Quitandinha. Ainda segundo a pasta, o local será uma Unidade de Conservação (UC). Esta tem como objetivo o uso múltiplo e sustentável dos recursos florestais e a pesquisa científica, com o intuito de preservar a fauna e flora da região, além de evitar invasões e servir como um novo espaço de lazer.
Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, a criação da nova unidade de conservação vai contribuir também para que Petrópolis melhore a posição no ranking do ICMS Verde do Estado do Rio — o imposto recompensa as prefeituras que investem em conservação ambiental com repasses maiores do tributo. Dentre os 92 municípios fluminenses, a Cidade Imperial ocupa a oitava posição. O repasse no ano passado foi de R$ 8,4 milhões. “Com a Floresta Municipal do Quitandinha também vivemos a expectativa de aumentar a nossa arrecadação no ICMS Verde”, destaca Fred Procópio, titular da pasta.
ÁREAS VERDES
Em 2019, além da proposta de criação da Floresta Municipal, Petrópolis já criou duas novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) — a Caminho Real e a São Miguel.
Ambas ficam no entorno da Reserva Biológica de Araras e contam com mais 24,2 hectares preservados. Atualmente, Petrópolis tem dose RPPNs — cinco elaboradas pelo governo federal, quatro pela administração estadual e três municipais. Outras unidades de conservação são o Parque Natural, no Centro, o Monumento Natural da Pedra do Elefante (MONA-PE), no Taquaril, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, a APA Petrópolis, a Reserva Biológica de Araras, a Reserva Biológica do Tinguá e o Refúgio de Vida Silvestre da Serra da Estrela. 

Galeria de Fotos

Unidade de conservação será também um espaço de lazer para moradores dos bairros Independência, Quarteirão Italiano, Cremerie e Taquara FOTOS de divulgação
Área demarcada mostra onde ficará a Floresta Municipal Quitandinha divulgação

Comentários