Cinco motivos para ler os livros que deram origem a série 'Guerra dos Tronos'

Juramos pelos deuses antigos e novos que você não vai se arrepender de dar uma chance para uma das melhores obras de fantasia da atualidade

Por TÁBATA UCHÔA

Jon Snow e Daenerys Targaryen
Jon Snow e Daenerys Targaryen -

Rio - A tão aguardada oitava e última temporada de "Game of Thrones", do canal HBO, estreou neste domingo. Você, fã que já está se sentindo órfão da série de TV, já leu os livros das "Crônicas de Gelo e Fogo", de George R. R. Martin, que deram origem a todo esse fenômeno?

Aposto que não! Muita gente reclama que os livros são enormes, verdadeiros calhamaços, e que não é uma leitura fácil. É densa. E talvez isso até seja verdade, mas vale tanto a pena... Juro por todos os deuses, antigos e novos, que você não vai se arrepender de dar uma chance aos livros.

Confira abaixo uma lista de motivos para ler "As Crônicas de Gelo e Fogo":

1) Detalhes

Os livros são uma versão expandida da série, cheios de detalhes interessantes que são praticamente impossíveis de retratar na adaptação. O peso e o impacto da história conseguem ficar ainda maiores com a leitura. A escrita de George R. R. Martin é cheia de pormenores que transportam o leitor para o universo das Crônicas de Gelo e Fogo.

2) Capítulos curtos

Os livros podem até ser gigantescos, mas os capítulos são bem curtos. E capítulos curtos são muito mais fáceis de serem lidos. Quando você viu, já acabou. Ninguém vai morrer de ler uns dois por dia antes de dormir, né? Vale a pena tentar.

3) Foco dos capítulos alternando entre vários personagens 

George R. R. Martin sabe muito bem o que está fazendo. Focar cada capítulo em um personagem diferente deixa uma história como "As Crônicas de Gelo e Fogo" bem mais dinâmica, ágil. O leitor pode começar uma cena vendo como tudo aconteceu pelos olhos da Sansa Stark, por exemplo, e ver o desfecho dos acontecimentos pelos olhos da Arya. É espetacular.

É muito diferente, por exemplo, de um livro como Harry Potter, que também é narrado em terceira pessoa mas que o foco é sempre o Harry e o leitor acompanha quase sempre tudo que acontece apenas ao redor dele.

4) Diálogos

Os diálogos das Crônicas de Gelo e Fogo são um show a parte. Se na série isso já é perceptível, nos livros o leitor tem vontade de marcar cada frase, cada ironia, e ficar relendo.

Tyrion Lannister é um dos personagens com os melhores diálogos tanto da série quanto dos livros - Divulgação / HBO

5) Diferenças entre livro e série

Como toda adaptação de uma obra literária, a série "Game of Thrones" apresenta inúmeras diferenças dos livros. Alguns personagens incríveis que existem na obra de George R. R. Martin não existem na série. É o caso de Arianne Martell, uma das personagens mais maravilhosas do livro e que não é nem ao menos mencionada na série. O que quer dizer que ao ler o livro, além das histórias que você já conhece pela série, vai conhecer outros personagens incríveis.

E uma última diferença boba, mas impactante quando se pensa na vivência de cada personagem, é que no primeiro livro, que corresponde à primeira temporada da série, Robb Stark e Jon Snow têm 14 anos, Sansa tem 11, Arya tem 9, Bran tem 7 e Rickon é um bebê de três anos! Já Daenerys Targaryen passa por todo aquele perrengue aos 13!

Os livros já publicados da série "As Crônicas de Gelo e Fogo" são:

1) A Guerra dos Tronos

2) A Fúria dos Reis

3) A Tormenta de Espadas

4) O Festim dos Corvos

5) A Dança dos Dragões

E depois de ler todos os cinco volumes, só resta pedir ao George R.R. Martin para lançar logo o sexto livro, que deve se chamar "Os Ventos de Inverno". 

 

 

Galeria de Fotos

Jon Snow e Daenerys Targaryen Divulgação / HBO
Tyrion Lannister é um dos personagens com os melhores diálogos tanto da série quanto dos livros Divulgação / HBO

Comentários