Marília Mendonça é atacada por se posicionar contra Bolsonaro e volta atrás

Cantora e parentes receberam xingamentos e ameaças; ela retirou o apoio à campanha #EleNão de suas redes e disse que não se posicionaria mais sobre política; artistas prestaram solidariedade

Por O Dia

Marília Mendonça foi atacada nas redes sociais após aderir à campanha #EleNão
Marília Mendonça foi atacada nas redes sociais após aderir à campanha #EleNão -

Rio - A cantora Marília Mendonça fez uma publicação na segunda-feira em sua conta no Instagram em que voltou atrás de seu posicionamento contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) após ter parentes ameaçados. Ela postou uma foto com sua mãe e irmão e disse que se sentiu mal ao sentir que "tudo que foi construído com amor e carinho foi apagado na mente de algumas pessoas". 

Marília Mendonça sofreu xingamentos e ameaças após aderir à campanha #EleNão e declarar que não vota em Jair Bolsonaro para a Presidência da república. Ela disse que sua mãe e outros parentes também estão sendo atacados. Marília apagou o post antigo e publicou outro em que pede desculpas e diz que não se posicionará mais sobre política.

"Deixo aqui, o meu pedido de desculpas a todas as mulheres que acreditei estar defendendo naquele momento. Deixo aqui o meu pedido de desculpas a todos os homens, por em um instante de loucura acreditar que uma opinião não feriria vocês", escreveu. Ela concluiu pedindo paz e dizendo que não opinaria mais sobre a disputa eleitoral. "A gente pede encarecidamente PAZ! É isso que eu busco! Não posso opinar já que não sei do que o Brasil precisa! Tá na mão de vocês, galera! Boa sorte á todo mundo! Que Deus nos abençoe!"

O cantor Caetano Veloso divulgou um vídeo em solidariedade à cantora. "Eu já sofri também ataques muito intensos, violentos e numerosos. Estou com você. Você tem todo o direito de preferir o silêncio e de proteger a tranquilidade da sua família. Mas saiba também, que muito disso é robô, eles multiplicam essas coisas pra intimidar a gente", disse o cantor na publicação. O vídeo foi replicado pela cantora Daniela Mercury.

Os atores Luis Miranda e Letícia Sabatella também se posicionaram em solidariedade à cantora. "Marília, tamo junta! As mulheres unidas também estão unidas por você e pelo seu direito a se posicionar. Todo amor e proteção à sua família", escreveu a atriz em sua rede.