Danilo Gentili - Reprodução/ Facebook
Danilo GentiliReprodução/ Facebook
Por O Dia

Rio - A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro (PRE-RJ) quer que seja removida da internet a enquete eleitoral feita pelo ator Danilo Gentili sobre opção de voto a presidente da República. Na ação movida no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) contra Gentili, o Ministério Público Eleitoral cobra a exclusão da enquete numa plataforma online sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

A veiculação de pesquisa sobre opção de voto de internautas é prática ilegal vedada pela legislação eleitoral, quando as pesquisas de opinião pública não são registradas na Justiça Eleitoral até cinco dias antes da divulgação.

“Essa conduta demanda a imediata atuação judicial com vistas a se evitar a perpetuação da ilicitude que, diariamente, alcança um maior número de indivíduos e crescentemente causa danos ao processo eleitoral”, diz a procuradora regional eleitoral auxiliar Adriana de Farias, para quem não há dúvida da responsabilidade de Gentili. “A eventual demora na adoção de medidas pode vir a comprometer o resultado útil do processo eleitoral”

Você pode gostar