Planeje seu passo a passo até a urna

Eleitor deve se certificar sobre a seção de votação e ficar atento aos documentos necessários. Vale levar 'cola' com número dos candidatos

Por WILSON AQUINO

Neste domingo, fica proibida a propaganda de qualquer candidato. Eleitores, porém, podem se manifestar silenciosamente e usar adesivos, broches e bandeiras
Neste domingo, fica proibida a propaganda de qualquer candidato. Eleitores, porém, podem se manifestar silenciosamente e usar adesivos, broches e bandeiras -

Rio - Atenção eleitores. Neste domingo será o grande dia da festa democrática brasileira. Mas é bom ficar atento para evitar surpresas antes de escolher os deputados estaduais e federais, os dois senadores, governador e presidente. Entre as dicas importantes, vale fazer uma 'colinha' com os números de todos os candidatos e se certificar onde fica a seção eleitoral.

"Em toda eleição, devido a eventualidades como obras ou fechamento de imóveis, ocorrem mudanças em locais de votação", explica o assessor da presidência do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Bruno Andrade. Por isso, a recomendação é checar o endereço de sua seção eleitoral no site do TRE (https://www.tre-rj.jus.br/).

O eleitor também deve ficar atento à documentação exigida. É possível votar sem o título, mas, neste caso, é necessário portar documento oficial original, com foto e dentro da validade. A exceção é a Carteira Nacional de Habilitação, que é aceita, inclusive, se estiver vencida.

Alguns eleitores não precisam de qualquer documento. É o caso daqueles que moram em Armação dos Búzios, Niterói, Queimados, São João da Barra, Rio das Ostras, Trajano de Moraes e São Sebastião do Alto, municípios onde todo o eleitorado está apto a votar com a identificação biométrica. Os que já baixaram o e-título, aplicativo de celular que traz a versão digital do próprio título, têm que levar documento oficial com foto, a não ser que já tenham feito o recadastramento biométrico.

Nesta eleição, será permitida a manifestação individual e silenciosa do eleitor por meio de adesivos, bandeiras e broches. Porém, é proibida a aglomeração de pessoas e veículos com material de campanha, o uso de alto-falantes, a realização de comícios, carreatas, transporte de eleitores e boca de urna, e qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de candidatos em publicações, como panfletos e cartazes. Afinal, arregimentar eleitores ou fazer divulgação de candidatos no dia da votação é crime, cuja punição é a detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de 5 mil a 15 mil UFIR.

Outra polêmica nesta eleição é o uso de redes sociais no dia da votação. A resolução 23551/2017, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), proíbe a publicação de novos conteúdos ou o impulsionamento dos mesmo (posts pagos). "Se a lei não proíbe, é permitido. Você não pode pagar o impulsionamento, mas pode compartilhar. É como você dar um santinho, em casa, para um parente votar", explicou o advogado Carlos Maggiolo.

Este ano, o eleitor não deve esquecer de levar a 'cola' papel com o nome e número de seus candidatos. Afinal, vai ser preciso votar em seis candidatos para cinco cargos distintos.

Planeje

- Metrô

Terá esquema especial. A operação das Linhas 1, 2 e 4 começa às 7h e será encerrada às 23h. A concessionária vai aumentar o efetivo nas bilheterias e de seguranças, além de disponibilizar trens extras para facilitar a ida e a volta de todos os eleitores cariocas.

- Trem

O funcionamento dos trens da SuperVia seguirá a grade regular do dia.

- BRT

Mantém as mesmas linhas dos domingos normais, reforçando os serviços para atender uma maior demanda esperada em virtude das eleições.

- Barcas

Vai operar com a grade regular de domingos e feriados. Na linha Arariboia (Niterói-Rio-Niterói), as viagens acontecem de hora em hora, e as linhas Charitas e Cocotá não funcionam.

- Comércio

Segundo a Fecomércio-RJ, as atividades do comércio podem ser mantidas normalmente nos dias de votação, devendo ser cumpridas a legislação trabalhista e as convenções coletivas.

- Shoppings

De acordo com a associação que representa este segmento, cada estabelecimento faz sua própria programação. Em geral, eles vão funcionar em horário normal. Lojas e quiosques abrem das 13h às 21h.

- Supermercado

Cada loja faz seu próprio esquema, com diversos horários de funcionamento.

Galeria de Fotos

Neste domingo, fica proibida a propaganda de qualquer candidato. Eleitores, porém, podem se manifestar silenciosamente e usar adesivos, broches e bandeiras Luciano Belford/Agencia O DIa
A boca de urna está proibida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luciano Belford/Agencia O DIa

Comentários