Urnas eletrônicas só chegarão a áreas mais violentas do Rio de madrugada

Há o receio de que, se passassem a noite nos locais de votação, essas urnas pudessem sofrer vandalismo ou fraudes

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Urna eletrônica
Urna eletrônica -

Rio - As urnas eletrônicas começaram a ser levadas aos 4.896 locais de votação do Estado do Rio ao longo deste sábado, para a votação que começa às 8 horas de domingo. No entanto, em 386 pontos de votação as urnas só chegarão a partir das 5 horas de domingo por questão de segurança - há o receio de que, se passassem a noite nos locais de votação, essas urnas pudessem sofrer vandalismo ou mesmo furtadas. São quase 8% do total de pontos de votação, sendo 156 pontos na Baixada Fluminense, 136 na capital e 94 no interior. Ao todo, 38.698 urnas serão distribuídas pelo Estado do Rio

Neste sábado (6), o secretário estadual de Segurança do Rio, Richard Nunes, garantiu que nenhum eleitor será submetido a imposições de traficantes ou milicianos na hora de votar: "Estamos presentes em todos os locais de votação, para garantir o livre arbítrio do eleitor", afirmou, em entrevista coletiva concedida no Centro Integrado de Comando e Controle, no centro do Rio, onde foi montado um gabinete de crise para acompanhar a eleição e agilizar o atendimento a eventuais incidentes.

Segundo a Secretaria de Segurança, 40 mil agentes de segurança estarão trabalhando no Estado do Rio neste domingo (7) - 35 mil policiais militares e 5 mil integrantes das Forças Armadas. Dentre os PMs, o efetivo habitual para um domingo, de 21.800 agentes, foi reforçado por mais 13.200 policiais.

 

Galeria de Fotos

Urna eletrônica Agência Brasil
Urnas são levadas para locais de votação no Rio Leonardo Coimbra/Ascom TRE-RJ