General Hamilton Mourão, vice-presidente do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) - Reprodução da internet
General Hamilton Mourão, vice-presidente do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL)Reprodução da internet
Por ESTADÃO CONTEÚDO

O general Hamilton Mourão, candidato à vice-presidência na chapa encabeçada por Jair Bolsonaro (PSL), fez, neste sábado, mais uma declaração polêmica ao desembarcar no início da noite no aeroporto de Brasília. Depois de uma rápida entrevista, o general apontou para um adolescente que o esperava no saguão, acompanhando a comitiva familiar, e disparou: "Meu neto é um cara bonito, viu ali? Branqueamento da raça."

Mourão já havia causado polêmica ao vincular o negro à malandragem e o índio à indolência, em palestra de campanha em Caxias do Sul (RS). Depois da repercussão negativa da fala, justificou-se dizendo que se autodeclarara índio no TSE. O general afirmou que não teme conflitos durante o pleito deste domingo, apesar da polarização da campanha. "Não estamos com medo disso. Somos dois militares oriundos do Exército de Caxias, o Pacificador. Vamos pacificar as coisas", afirmou.

 

Você pode gostar