Mais Lidas

Justiça Eleitoral adverte produção de Roger Waters sobre manifestação política em show

A decisão foi baseada em um pedido do Ministério Público Eleitoral

Por O Dia

Roger Waters
Roger Waters -

Paraná - A Justiça Eleitoral do Paraná mandou advertir a produção de Roger Waters sobre as restrições de manifestações políticas, previstas na lei eleitoral, que acontecem a partir das 22h do dia que antecede as eleições. 

Neste sábado, Roger Waters se apresentará às 21h30, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Caso o cantor faça alguma manifestação política em prol ou contra candidatos no palco entre 22h e meioa-noite, ele poderá ser multado. Após à meia-noite, qualquer manifestação política pode configurar boca de urna, resultando em prisão. 

A decisão foi baseada em um pedido do Ministério Público Eleitoral e assinada pelo juiz eleitoral Douglas Peres. A promotora de Justiça Eleitoral Cláudia Madalozo afirmou que as manifestações anteriores justificaram o pedido de providência preventivo. 

Roger Waters tem se manifestado politicamente contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) em seus shows pelo Brasil. O cantor exibiu a hashtag #EleNão no telão dos shows e colocou o nome do presidenciável em uma lista com líderes mundiais classificados de neo-fascistas por Waters. 

A apresentação de Roger Waters em Curitiba será a penúltima da turnê que o cantor faz pelo Brasil. Seu último show no país será no dia 30 de outubro, em Porto Alegre.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia