João Doria - AFP/EVARISTO SÁ
João DoriaAFP/EVARISTO SÁ
Por ESTADÃO CONTEÚDO

São Paulo - O governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse na tarde desta quarta-feira que defenderá o apoio do PSDB a propostas do novo governo nas áreas econômica, institucional e social. "Será o apoio às boas propostas. Não é neutralidade, nem oposição. Nas áreas econômica, institucional e de governo, os bons projetos terão o apoio do PSDB", disse após encontro com o presidente eleito Jair Bolsonaro, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). "Não vamos pedir nada em troca, nem um ministério, nem estatal; nem desejamos", disse.

Na entrevista, Doria relatou que se encontrou hoje com 58 parlamentares do PSDB, entre eleitos e não eleitos, que manifestaram, segundo ele, o desejo de apoio do partido ao novo governo.

Ele disse ainda que não se apresentará como candidato a presidente do partido. "Não me apresentarei como candidato. Só acho que o PSDB precisa sair do elevador, do quinto andar e colocar os pés no chão da fábrica", disse. "Foi daí que vieram os votos de Jair Bolsonaro", completou.

Segurança

O governador eleito afirmou ainda, após o encontro, que é importante a ação conjunta dos Estados na área de segurança pública. "Defendemos ação conjunta com Polícia Federal e Exército, se for necessário", disse, acrescentando defender que líderes de facções criminosas sejam colocados em presídios federais.

Você pode gostar