Candidato à Prefeitura do Rio pelo Novo, Fred Luz, em campanha no Cachambi - Divulgação
Candidato à Prefeitura do Rio pelo Novo, Fred Luz, em campanha no CachambiDivulgação
Por O Dia
O excesso de burocracia e outras dificuldades impostas a empresas e empreendedores que escolhem o Rio de Janeiro para investir foi o tema principal da live deste domingo do candidato a prefeito pelo Novo, Fred Luz. Os deputados federal Paulo Ganime e estadual Alexandre Freitas participaram da conversa, falando dos projetos para melhorar o ambiente de negócios na cidade, tornando o Rio competitivo com relação a outros municípios brasileiros. 
“O Rio tem que se transformar na melhor cidade para quem quer investir, seja na área de turismo, eventos, tecnologia da informação ou industrial. A primeira medida que vamos tomar na Prefeitura do Rio será desburocratizar e simplificar os procedimentos porque, hoje em dia, a quantidade de exigências é absurda”, disse o candidato. Fred Luz deu como exemplo o licenciamento sanitário, que era obrigatório para pouco mais de 200 atividades econômicas no município e, hoje, atinge mais de 1.400.

O candidato pediu ao Conselho Regional de Contabilidade um levantamento sobre a situação atual no Rio. “No documento que recebi, os contadores advertem que não usamos hoje o Código Nacional de Atividades Econômicas, o que seria recomendável. Na área de eventos, as licenças precisam ser pagas com antecedência, o que pode até inviabilizar o projeto, pois pesa demais no fluxo de caixa. No município do Rio, não existe a atividade “casa de festas”, assim como também não existe a de pesquisa na área de saúde. Isso leva o empreendedor a desistir do Rio ou a se render à base do jeitinho”, alertou.

O deputado federal do Novo, Paulo Ganime, lembrou que foi aprovada no Congresso Nacional a chamada “Lei da liberdade econômica” (Nº 13.874 de 2019), responsável por definir normas que protegem a livre iniciativa de atividades econômicas e diminui a participação do Estado como agente de intermediação e regularização. Já o deputado do Novo Alexandre Freitas é o autor da lei estadual 1805/2020, que prevê que mais de 280 atividades de baixo risco estão dispensadas de autorização de órgão público para atuar no Estado do Rio de Janeiro. Eles lembram que o município do Rio também precisa fazer a sua parte neste processo de simplificação, para estímulo ao desenvolvimento econômico, tornando o Rio competitivo e atraindo empresas, para geração de empregos e renda.

Pela manhã, o candidato Fred Luz participou de carreata pelas ruas do Cachambi, na Zona Norte.