Surpreendido, Renan Barão é dominado e perde cinturão para TJ Dillashaw

Brasileiro não resistiu a segunda defesa de título dos pesos galos

Por pedro.logato

Estados Unidos - O Brasil perdeu um campeão do UFC. Agora, apenas José Aldo segue com o cinturão. Renan Barão acabou derrotado pelo americano TJ Dillashaw por um nocaute no quinto round e não conseguiu defender pela segunda vez o título de campeão dos pesos galos.

"Eu sonhei com isso por tanto tempo. É um dos sentimentos mais loucos que pode se sentir. Acreditem, você pode ser o melhor do mundo. Eu achava que ele era o melhor do mundo, sinto muito respeito por ele, e isso me dá muito orgulho", disse o americano.

TJ Dillashaw é o novo campeão dos pesos galosDivulgação

A LUTA

O primeiro round começou muito equilibrado, com o americano mostrando bastante agressividade. Dillashaw não fugiu da trocação com o brasileiro, sendo em alguns momentos até mais efetivo que Barão. No fim do assalto, o campeão acabou indo para o chão, mas conseguiu se desvencilhar do rival, evitando deste modo que o americano tivesse uma vantagem maior.

Após a primeira pausa, o brasileiro voltou mais confiante, mas Dillashaw quase derrubou Barão com um Puch. Porém, o campeão acertou um chute alto, que abriu um ferimento na testa do americano. Um pouco abatido, TJ passou a tentar sem muito sucesso derrubar o brasileiro. Porém, no fim, o desafiante conectou uma boa sequência de socos que deixou Renan um pouco artodoado.

O terceiro round seguiu com TJ Dillashaw dominando. O americano acertou uma boa sequência de jabs no brasileiro, que seguia irreconhecível. Barão não desistia e tentava enfrentar o rival, mas sem conseguir ser efetivo. Os chutes e socos de Renan não acertavam em cheio no adversário, que continuava com o controle da luta.

O público americano sentia que a vitória do compatriotra se aproximava e cada vez mais incentivava TJ. Talvez um pouco relaxado, o americano permitiu que Barão iniciasse melhor o round. Poré, após uma boa sequência do brasileiro, Dillashaw conseguiu fazer uma boa pressão no campeão e o levou para a grade. No fim, o americano conseguiu uma queda e terminou o assalto com golpes curtos na cabeça,cotoveladas, marretadas.

Bem confiante, o americano foi para cima do brasileiro a fim de definir a luta. E assim foi, após Barão tentar uma voadora que não atingiu o rival, TJ acertou um belo chute que derrubou o brasileiro, que acabou nocauteado e derrotado em Las Vegas

Cormier finaliza 'Hendo' e provoca Jones

No coevento principal, dois lutadores muito duros se enfrentaram na categoria dos meio-pesados. Daniel Cormier, que vinha de 14 vitória seguidas e de grande domínio no Strike Force, contra Dan Henderson, ex-campeão da categoria no UFC. Apesar de toda qualidade do experiente Hendo, a melhor fase e vitalidade de Cormier fizeram a diferença. O americano de 35 anos de idade foi mais agressivo e dominou todo o combate. Henderson resistiu fortemente por dois rounds, mas acabou finalizado no último assalto. Com a vitória, Cormier fez um desfaio a Jon Jones, dono do cinturão da categoria.

"Jon Jones, você não pode escapar de mim para sempre! Você me evitou num torneio de wrestling, mas eu vou continuar indo atrás de você", afirmou.

Massaramduba foi derrotado por americano Michael ChiesaDivulgação

Massaramduba é derrotado

Além de Barão, outro brasileiro subiu ao Octógono neste sábado. Massaramduba não teve sorte. O lutador começou mais ofensivo, mas acabou sendo derrubado e inferior no chão. No fim, os árbitros marcaram vitória para o americano Michael Chiesa, por unanimidade. A luta entre os dois durou três rounds.

CARD PRINCIPAL:

TJ Dillashaw venceu Renan Barão por nocaute técnico no quinto round
Daniel Cormier venceu Dan Henderson por finalização (mata-leão) aos 3m53s do terceiro round
Robbie Lawler venceu Jake Ellenberger por nocaute técnico aos 3m06s do terceiro round
Takeya Mizugaki venceu Francisco Rivera por decisão unânime
James Krause venceu Jamie Varner por nocaute técnico (interrupção médica) aos 5m00s do primeiro round

CARD PRELIMINAR:

Michael Chiesa venceu Francisco Massaranduba por decisão unânime
Tony Ferguson venceu Katsunori Kikuno por nocaute aos 4m06s do primeiro round
Chris Holdsworth venceu Chico Camus por decisão unânime
Mitch Clarke venceu Al Iaquinta por finalização (triângulo de mão) aos 57s do segundo round
Vinc Pichel venceu Anthony Njokuani por decisão unânime
Sam Sicilia venceu Aaron Phillips por decisão unânime
Li Jingliang venceu David Michaud por decisão dividida

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia