Dirigente admite que a Fifa pode fazer nova votação para sede da Copa-2022

Qatar, atual sede, é suspeito de subornar delegados em troca de votos

Por victor.abreu

Vice-presidente da Fifa não descarta uma nova votação pelo Mundial-2022Divulgação

Suíça - O vice-presidente da Fifa, Jim Boyce, confirmou, neste domingo, que a entidade pode promover uma nova votação para definir o país sede da Copa do Mundo de 2022.

O Qatar, é o atual organizador da competição. Mas existem suspeitas de que membros votantes da entidade máxima do futebol tenham sido subornados para escolher o país do Oriente Médio.

"Não teria qualquer problema em recomendar uma nova votação", disse Jim Boyce em entrevista à rádio britânica BBC.

O jornal Sunday Times noticiou nesta semana, que existem provas de que membros da Fifa teriam recebido um suborno de cinco milhões de dólares, para votar no país do Oriente Médio.

Além do suborno, outros boatos que denunciam que no Qatar existe trabalho escravo nas obras para o Mundial, fortalecem a nova votação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia