Joseph Blatter renuncia ao cargo de presidente da Fifa

Dirigente sucumbiu aos escândalos e aos casos de corrupção na entidade máxima do futebol mundial

Por victor.abreu

Suíça - Recém-releito para seu quinto mandato na presidência da Fifa, Joseph Blatter anunciou nesta terça-feira que está colocando o seu cargo à disposição e renunciando do seu posto na presidência. O suíço convocou um congresso extraordinário, a ser realizado o "mais rápido" possível, para eleger seu sucessor no comando da entidade máxima do futebol.

Blatter renuncia ao cargo de presidente da FifaEfe

"Enquanto eu tenho o mandato, não sinto que esse mandato seja de todo o mundo do futebol, de torcedores, jogadores, clubes, as pessoas que vivem, respiram, amam futebol tanto quanto nós na Fifa. Por isso, decidi entregar meu cargo a um congresso de um comitê extraordinário. Continuarei exercendo minhas funções como presidente da Fifa até lá", disse Blatter.

Ainda em seu pronunciamento, Blatter avaliou os seus 14 anos no comando da Fifa e disse amar o futebol. O dirigente fez um balanço do último pleito, ocorrido contra o príncipe jordaniano Ali bin al-Hussein. Segundo ele, a eleição foi apertada e isso mostrou que ele já não estava sendo apoiado pelo mundo do futebol.

Blatter também disse que tentará limitar o tempo de mandato tanto da presidência quanto de membros do comitê executivo da Fifa. O dirigente suíço também afirmou que sua luta, agora, será por mais transparência na entidade.

Também ficou definido que Domenico Scala será o presidente do comitê eleitoral da Fifa e responsável pela organização do próximo pleito que será feito entre dezembro e março de 2016.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia