Atleta norte-americana comemora antes do tempo e acaba ficando sem medalha

Corredora Molly Huddle diminuiu o ritmo e foi ultrapassada por Emily Infeld no Mundial de Atletismo de Pequim, na China

Por renata.amaral

China - Uma comemoração que custou a medalha. Foi o que aconteceu com Molly Huddle no Mundial de Atletismo de Pequim, na China. A corredora chegaria na terceira colocação e faturaria o bonze na prova dos 10.000m, mas foi traída pelo próprio ego. A norte-americana comemorou antes do tempo, diminiu a velocidade da corrida e viu a compatriota Emily Infeld ultrapassá-la e conquistar o lugar no pódio.

Sem acreditar no que aconteceu, Huddle foi consolada pelas outras atletas da prova. A medalha de ouro ficou com Vivian Cheruiyot, do Quênia, e a prata com Gelete Burka, da Etiópia.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia