Mais Lidas

Suspeito de estupro, ex-Botafogo Jobson deixa a cadeia após 69 dias

Juiz do Tocantins diz que liberdade dele não afronta a ordem pública. Ex-jogador terá que pagar R$ 22 mil de fiança

Por edsel.britto

Marabá - O ex-jogador Jobson deixou a cadeia na última quarta-feira após passar 69 dias preso. O atleta é acusado de estupro de vulnerável e a liberdade provisória foi concedida pelo juiz Ricardo Gagliari.

De acordo com o magistrado, Jobson terá que cumprir algumas medidas cautelares, como o pagamento de uma fiança de 22 mil reais. O jogador também não poderá beber, não poderá usar drogas, nem frequentar bares ou boates, não poderá se ausentar da comarca onde mora sem autorização do juiz e terá que estar em casa entre às 19h e às 6h. 

Jobson deixou a cadeia após 69 dias presoBruno de Lima/Agência O Dia

Ele deve também atender aos chamados judiciais quando for intimado e está proibido de manter contato com qualquer uma das vítimas. Se alguma das condições for descumprida, Jobson voltará à prisão.

Jobson foi preso no dia 23 de junho por suspeita de estuprar quatro adolescentes. O processo foi instaurado no Pará, mas enviado para o Tocantins onde o crime teria ocorrido. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia