Casa cheia: CBF espera vender todos os ingressos para jogo da seleção em Manaus

42 mil ingressos foram colocados à venda para jogo de terça-feira

Por renata.amaral

Amazonas - Após o grande interesse do público manauara pelo treino da seleção brasileira realizado no último sábado - cerca de 15 mil pessoas tiveram acesso à Arena Amazônia e pelo menos mais 5 mil ficaram do lado de fora -, aumentou a expectativa da CBF de que todos os ingressos para o jogo com a Colômbia sejam vendidos. A partida, pela oitava rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, será na noite desta terça-feira, e 42 mil bilhetes foram colocados à disposição do público.

Para ajudar nas vendas, até o técnico Tite está sendo "usado". Há outdoors espalhados por Manaus anunciando o jogo em que a imagem do treinador, sorrindo, serve como chamariz. Normalmente, a CBF utiliza a imagem de jogadores. Neymar tem sido o preferido nos últimos anos. Antes dele, Ronaldinho Gaúcho e Kaká, quando faziam parte da seleção, eram os chamarizes.

De acordo com o último balanço da CBF, divulgado há três dias, 35 mil entradas já haviam sido vendidas. Mas esse número já foi ultrapassado, a considerar as filas na registradas nos pontos de venda físicos existente na cidade de Manaus no fim de semana.

Os bilhetes, que também podem ser adquiridos pela internet, por meio do site da CBF (www.cbf.com.br/ingressoseliminatorias) custam entre R$ 104,50 (meia-entrada de arquibancada superior, com inteira a R$ 209) e R$ 450, este válido para um camarote que dará direito a camisa exclusiva, bebidas, DJ e um show do cantor Israel Novaes.

Os ingressos para arquibancada inferior, que estavam sendo vendidos por R$ 240 e R$ 120 já se esgotaram. Mas há também opções de outro setor vip, com alimentação e bebida, por R$ 350, sem meia-entrada. Outra possibilidade no setor vip, sem bebidas e comida, custa R$ 300 e R$ 150. Já os camarotes exclusivos têm preços que variam de R$ 3.600 (nove pessoas) a R$ 8.800 (22).

Reportagem de Almir Leite

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia