Everton, Cortez e Léo Moura treinam e Grêmio deve ter força máxima contra o Flamengo

No empate do time gaúcho por 1 a 1 com a Chapecoense, no domingo, o técnico Renato Gaúcho poupou todos os titulares

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Renato Gaúcho
Renato Gaúcho -

Porto Alegre - O Grêmio deverá contar com força máxima para o duelo contra o Flamengo na quarta-feira, às 21h45, em Porto Alegre, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Na reapresentação do elenco nesta segunda-feira, o atacante Everton e os laterais Bruno Cortez e Léo Moura trabalharam normalmente e não devem ser problemas para a partida

No empate do time gaúcho por 1 a 1 com a Chapecoense, no domingo, o técnico Renato Gaúcho poupou todos os titulares. Mas esses três jogadores já haviam ficado de fora dos trabalhos de sexta-feira. Everton foi liberado por uma conjuntivite. Cortez e Léo Moura não tinham trabalhado por desgaste muscular.

A única ausência na reapresentação do elenco nesta segunda ficou por conta do zagueiro Geromel, que fez trabalhos específicos na academia, mas não deve ser problema para a partida. Ele treinou ao lado dos atletas que atuaram na partida em Chapecó. O lateral-esquerdo Juninho Capixaba, que não pôde ser aproveitado na última partida por conta de edema muscular, correu em torno do gramado.

Renato Gaúcho e o auxiliar Alexandre Mendes comandaram uma atividade técnica em meio-campo. Para acelerar a troca de passes até a conclusão para o gol, cada atleta tinha a limitação de dar até três toques na bola. O provável Grêmio para a partida terá: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Cícero, Ramiro, Luan e Everton; André.

Últimas de Esporte