Mais Lidas

Diego Souza, do São Paulo, dedica gol a Bolsonaro e cria polêmica

Jogador abriu o placar no empate contra o Flamengo

Por AFP

Diego Souza dedica gol a Bolsonaro
Diego Souza dedica gol a Bolsonaro -

São Paulo - Com uma saudação militar e o gesto de disparar uma arma: foi assim que o atacante do São Paulo Diego Souza comemorou seu gol contra o Flamengo, em homenagem ao presidente eleito Jair Bolsonaro, causando polêmica nas redes sociais.

Depois de marcar o primeiro gol no estádio do Morumbi, onde as duas equipes disputaram a partida, o volante correu para a linha de fundo para comemorar com os companheiros.

Em seguida, se dirigiu até uma câmera, fez a saudação militar e o gesto de disparar para o ar que os admiradores de Bolsonaro costumam fazer.

Também foi possível ver que ele falou "meu capitão", em referência à patente do novo presidente brasileiro.

Imediatamente, sua celebração tomou conta do Twitter, com reações favoráveis e contrárias a seu apoio a Bolsonaro.

Diego Souza defendeu seu direito à liberdade de expressão.

"Cada um tem a sua opinião em termos de política. Espero que respeitem a minha", afirmou.

Diego Souza se junta assim ao grupo de jogadores de futebol que demonstram abertamente sua simpatia por Bolsonaro, como já aconteceu com Felipe Melo, do Palmeiras, e nomes de peso como Ronaldinho, Rivaldo, o internacional do Tottenham, Lucas Moura, e os atletas do Corinhians, Roger e Jadson.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia