Hungaro comemora goleada de 3 a 0 e ótima atuação contra o Fluminense

Treinador do Botafogo acredita que vitória no Clássico Vovô recoloca o time na briga pela classificação do Carioca

Por rodrigo.hang

Rio - Eduardo Hungaro poupou o time titular do Botafogo para o clássico contra o Fluminense, com o intuito de preservar os jogadores para a partida desta quarta-feira, contra o Unión Española, pela Taça Libertadores. Por causa disso, o técnico alvinegro foi contestado pelos próprios botafoguenses, que apontavam o Tricolor como favoritos. Ninguém poderia imaginar que a equipe reserva vencer com autoridade e golear os rivais por 3 a 0.

O comandante afirmou que a vitória veio em boa hora para recolocar o time no Campeonato Carioca e buscar a classificação. Hungaro também comentou sobre as críticas que recebeu durante a semana, por ter preterido escalar o time titular.

Eduardo Hungaro gesticula para os jogadores os jogadores do Botafogo na vitória sobre o FluminenseAndré Mourão / Agência O Dia

"Voltamos para o campeonato. Foi um resultado muito importante contra o líder, que vinha de sete vitórias seguidas. Foi fundamental para mirarmos a classificação novamente. Não tem resposta nenhuma para ninguém. Ouvimos críticas, umas com base, outras sem base. Mas não tem resposta, nada que vem de fora nos abala. O treinador do Botafogo e seus jogadores não vão mudar o comportamento. Estamos felizes com o resultado, mas com os pés no chão. Se não vencermos, sabemos que as críticas voltam. Quem não está preparado para isso tem que trabalhar em outra área" declarou o treinador alvinegro.

O atacante Henrique foi um dos jogadores que melhor aproveitaram a oportunidade. Ele foi um dos destaques do Glorioso, ao marcar dois gols. A atuação rendeu elogios de Hungaro, que exaltou a eficiência do jogador nos treinamentos.

"Foi a melhor atuação dele, independente dos gols. Eu tinha dito que este menino tem currículo, fez a formação em um clube importante, onde sempre foi tratado como uma joia. Foi eleito o melhor do Mundial sub-20. Venho da base e conheço o valor dele. Não tenho mérito nenhum, é todo dele. Ele era o maior destaque do time nos treinos de finalização. Tinha oportunidade, mas as coisas não aconteciam. Pode voltar a acontecer isso, mas o importante é que vemos que ele tem requisitos técnicos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia