Apresentado no Botafogo, Gatito quer 'escrever nome na história' do clube

Goleiro, de 28 anos, se destacou pelo Figueira no Campeonato Brasileiro

Por O Dia

Rio - O Botafogo apresentou nesta sexta-feira o seu novo goleiro para 2017. O paraguaio Gatito Fernández, de 28 anos, que estava no Figueirense,  vestiu pela primeira vez a camisa do clube carioca, ao lado de Antonio Lopes, gerente de futebol do Alvinegro.  O dirigente contou que tem uma relação próxima com a família do atleta.

"Tenho a alegria de apresentar o Gatito Fernández. Vi esse garoto pequeno, com uns cinco anos de idade.O pai dele, o Gato Fernández, foi meu jogador no Internacional em 1992 e o ajudei muito a ganhar uma Copa do Brasil e o Bi Estadual. Disse a ele que espero que seja importante aqui pra mim como seu pai foi no Internacional. Essa é a minha alegria. Um excelente profissional, jogador de seleção paraguaia e tenho certeza que nos ajudará bastante nas competições que o Botafogo vai disputar, principalmente a Libertadores. Posso afirmar que o Botafogo fez uma grande contratação", afirmou Antônio Lopes.

Gatito Fernández foi apresentado ao lado de Antonio Lopes Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Com passagens por Vitória e Figueirense, Gatito terá no Botafogo o seu maior desafio em um clube brasileiro. O jogador espera repetir por um gigante do nosso futebol, o passado de glórias do seu pai.

"A história do meu pai eu sempre considero, o sobrenome sempre foi uma pressão, com comparações. Estou acostumado aqui no Brasil e espero escrever o meu nome no Botafogo. Fui muito bem recebido aqui e aos poucos vou conhecendo meus companheiros. Depois da pré-temporada o entrosamento será ainda maior", disse o paraguaio.

No Glorioso, Gatito irá ter como companheiro de posição um dos maiores goleiros do Brasil, Jefferson, que se recupera de lesão. O goleiro admitiu que será um grande desafio, mas prometeu buscar o seu espaço em General Severiano.

"Sei do Jefferson, um ídolo do clube e capitão do time. Se tiver a chance de jogar vou buscar dar o meu melhor. No Botafogo contamos com também dois grandes goleiros, o Helton e o Saulo, e vou brigar por essa vaga", concluiu.