Botafogo é surpreendido pelo Barcelona de Guayaquil e perde no Nilton Santos

Com derrota, Glorioso perdeu a liderança do seu grupo na Libertadores

Por O Dia

Rio - A rodada ajudou, mas o Botafogo não fez a parte dele e a classificação para as oitavas de final da Libertadores por antecipação não veio neste terça-feira. Atuando em casa, a equipe alvinegra teve um primeiro tempo muito abaixo do comum e acabou sendo derrotada pelo Barcelona de Guayaquil por 2 a 0.

O resultado classificou os equatorianos para a próxima fase. Com a derrota, o Botafogo caiu para a segunda colocação no grupo A com sete pontos. Atlético Nacional e Estudiantes estão em terceiro e quarto com três pontos.

O Botafogo volta aos gramados no próximo dia 18 contra o Atlético Nacional, no Nilton Santos. O Glorioso se classifica para as oitavas caso vença o time colombiano. No mesmo dia, o Estudiantes encarar o Barcelona de Guayaquil, no Equador.

Botafogo foi derrotado pelo Barcelona de Guayaquil em casaAlexandre Brum / Agência O Dia

O JOGO

Nem o mais pessimista torcedor alvinegro que lotou o Nilton Santos, nesta terça-feira, esperava um primeiro tempo tão ruim da equipe contra o Barcelona de Guayaquil. Visivelmente não ambientado com a formação de três atacantes, o Glorioso não conseguiu acompanhar a equipe equatoriana que abriu vantagem importante.

O primeiro gol do Barcelona saiu aos seis minutos. Alemán lançou Ayoví, que ganhou de Carli na corrida, entrou na área alvinegra e tocou para o fundo das redes de Gatito Fernández, que nada pode fazer.

A equipe alvinegra que já não se achava em campo ficou mais abalada e permitiu o segundo gol dos visitantes pouco tempo depois. Jonatan Álvez aproveitou as falhas de Emerson Silva e Gatito, ganhou a bola, passou pelo goleiro e só finalizou para ampliar.

BotafogoAlexandre Brum / Agência O Dia

O Botafogo até teve algumas chances de diminuir com Sassá e Guilherme, em lances que o goleiro Banguera apareceu bem. Só que o Barcelona de Guayaquil não perdeu o controle da partida e também por muito pouco não chegou ao terceiro gol antes do intervalo.

Com uma mudança para o segundo tempo, o Botafogo continuou cometendo os mesmos erros da etapa inicial. Tanto que mesmo precisando marcar, a equipe alvinegra por pouco não levou mais um gol. Com apenas um minuto, Calderón colocou a bola na trave de Gatito. 

A equipe da casa chegou com perigo aos 19 minutos. Em jogada de velocidade puxada por Guilherme, a bola chegou em Roger, que finalizou, Banguera soltou e Sassá chegou rápido, mas finalizou por cima do gol da equipe do Equador. Um pouco melhor na partida, o Alvinegro teve outra boa chance com Roger em cobrança de escanteio, mas o atacante consagrou o goleiro equatoriano.

Aos 35 minutos, o Botafogo teve a sua melhor oportunidade na partida. Após levantamento, Roger desviou e a bola sobrou para Sassá, que finalizou, porém, o goleiro Banguera saiu muito bem do gol e salvou os visitantes do primeiro gol.

Nos últimos minutos, o Barcelona passou a valorizar mais a posse de bola a fim de impedir que o Botafogo conseguisse mudar a configuração da partida. Sem muitas opções para conseguir uma reação, o Glorioso não teve mais boas chances e acabou derrotado pela primeira vez atuando em casa na Libertadores de 2017.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 0 x 2 BARCELONA-EQU

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Arbitragem: Mario Díaz Vivar (PAR)
Público e renda: 31.435 pagantes - 34.034 presentes - R$ 1.520.630,00
Cartões amarelos: Airton, Emerson e Marcelo (BOT); Calderón e Pineida (BAR)
Cartões Vermelhos: _
Gols: Ayoví - 6'/1°T (0-1) e Álvez - 23'/1°T (0-2)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Emerson, Carli, Emerson Silva (Marcelo) e Victor Luís; Airton (Fernandes), João Paulo e Camilo (Roger); Guilherme, Rodrigo Pimpão e Sassá - Técnico: Jair Ventura.

BARCELONA-EQU: Banguera, Valencia (Erick Castillo), Aimar, Arreaga e Pineida; Gabriel Marques, Calderón (Segundo Castillo), Alemán (Ariel) e Velasco; Ayoví e Álvez - Técnico: Guillermo Almada.