Mais Lidas

Perto de acerto, Aguirre reitera preferência pelo Botafogo e não descarta cavadinha

Uruguaio disse conhecer a importância de Loco Abreu para o clube

Por O Dia

Aguirre chegou ao Rio nesta quinta-feira
Aguirre chegou ao Rio nesta quinta-feira -

Rio - Demorou, mas finalmente o atacante Rodrigo Aguirre chegou a um acordo com o Botafogo. O atacante chegou ao Rio nesta quarta-feira e irá fazer exames médicos para acertar com o clube. No Aeroporto do Galeão, o uruguaio falou com a imprensa e voltou a ressaltar sua vontade de defender a equipe de General Severiano.

"Falei com meu representante que de todas as opções, a que mais eu gostava e conhecia era o Botafogo porque nos enfrentamos (na Libertadores). A nós, sul-americanos, gostamos muita da raça, torcida, todas essas coisas. Isso foi o que me impactou e me fez tomar a decisão", afirmou o jogador, de 23 anos.

Nascido no Uruguai, Rodrigo Aguirre defendeu o Nacional na última Libertadores. Com esse histórico a comparação com Loco Abreu, ídolo alvinegro se tornou inevitável. O jogador disse querer construir a sua história no clube, mas não descartou uma homenagem ao ex-atacante alvinegro em uma cobrança de penalidade.

"(Cavadinha?) Não sei, pode ser que sim (risos). Não tenho um número preferido, mas seria algo lindo, não? Não tive a possibilidade de falar com Abreu, mas sei o que ele significa para o Botafogo. Tratarei de dar o meu melhor para ficar marcado no clube", disse.

O jogador, que pertence a Udinese, operou o menisco do joelho direito em dezembro e não joga desde novembro. O uruguaio está na fase final da recuperação da cirurgia e precisará de um tempo para recuperar a forma física, antes de estrear pelo Botafogo. 

"Depois de uma lesão, uma operação, necessita de um tempo. Espero poder estar em condições o mais rápido possível para dar o melhor de mim. Estou bem. Na verdade, não tenho trabalhado muito porque não tinha um clube, mas venho sem dor. Já se passaram três meses e estou bem. Espero me colocar pronto o mais rápido para ficar à disposição do treinador", finalizou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários