Paquetá lamenta gols no início e aponta falhas na marcação: 'Muita coisa pra consertar'

Treinador admite que marcação contra o Flamengo não foi eficiente e afirma que derrotas podem fazer o time 'amadurecer'

Por O Dia

Marcos Paquetá concedeu entrevista coletiva após a derrota para o Flamengo
Marcos Paquetá concedeu entrevista coletiva após a derrota para o Flamengo -

Rio - Os torcedores do Botafogo tiveram uma noite para ser esquecida neste sábado. Além de ver o Flamengo abrir 2 a 0 com apenas sete minutos, os alvinegros viram o time não conseguir encaixar a marcação, além do fraco poderio ofensivo. Marcos Paquetá, que fez apenas o segundo jogo sob o comando do time, também constatou o fraco desempenho da equipe.

"Sempre difícil sair atrás muito cedo, isso realmente te faz sair para o jogo e buscar o resultado. Se abre e dá os espaços. Tentamos fazer uma marcação, e ela não encaixou (...) tem muita coisa para consertar e evoluir", afirmou o treinador.

Reconhecendo o jogo ruim do Botafogo, Paquetá afirmou que o time deixou o adversário jogar quando não teve a bola.

"Temos que pensar bem. A pressão, a dobra na marcação. Isso faltou hoje. Não houve pressão na bola, e isso facilitou para jogar. No segundo gol, não houve o rebote. E o Flamengo tem uma boa qualidade de jogadores", completou.

Apesar do revés, Marcos Paquetá acredita que as derrotas podem trazer maturidade ao time. Segundo o treinador, a equipe ainda briga por uma das vagas na Libertadores do ano que vem.

"Isso amadurece também (derrota), a equipe amadureceu, e eu também, em relação aos jogadores. A gente pôde rodar alguns jogadores. Tenho que buscar o resultado (...) Tratamos o campeonato jogo a jogo. Nossa meta é ficar na faixa da Libertadores. Sabíamos que tínhamos dois jogos difíceis e fora de casa. Foram tratados com muita atenção e carinho. Foram difíceis."

Com 17 pontos ganhos e momentaneamente na 10ª posição do Campeonato Brasileiro, o Botafogo volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta a Chapecoense, no estádio Nilton Santos, às 19h30.